Empréstimo Consignado para aposentados, pensionistas do INSS

Últimas Notícias
Casa das Apostas Online Betway

Uso de óleos no rosto: tire suas principais dúvidas

Uso de óleos no rosto: tire suas principais dúvidas

Cada produto tem um objetivo específico, e você precisa saber qual é o seu para fazer uma boa escolha.

Uso de óleos no rosto: tire suas principais dúvidas

Como você cuida do seu rosto? Já pensou em usar um óleo como tratamento facial? Para muita gente, isso parece estranho, afinal, aprendemos desde cedo que a oleosidade na pele não é nada boa.

No entanto, a verdade é que os óleos faciais podem trazer diversos benefícios para o seu rosto e não vão deixar a sua pele necessariamente mais oleosa. Quem usa garante que os resultados são impressionantes, e esses produtos fazem a pele ficar mais limpa, macia e brilhante.

Ficou curioso para saber como os óleos fazem isso? Quer saber se esse é um tratamento adequado para o seu tipo de pele? Então, continue com a leitura.

Para que eles servem?

Os óleos faciais têm múltiplas utilidades, dependendo da formulação. De modo geral, podemos dizer que eles servem para hidratar a pele, deixando a sensação de toque mais suave.

Apesar de contra-intuitivo, os óleos também podem funcionar como adstringentes, regulando a produção de sebo na pele. Assim, podem ajudar na prevenção e na remoção, tanto de cravos, quanto de espinhas. 

Alguns óleos têm efeito anti-idade, prevenindo o envelhecimento e dando a sensação de rejuvenescimento, atuando contra a formação de rugas. Muitos deles têm substâncias que os fazem atuar como tonificantes, deixando a pele mais firme e evitando a flacidez.

Além disso, os óleos podem substituir o uso de cremes e outros hidratantes. Se forem aplicados antes da maquiagem, eles ainda preparam a pele para receber os cosméticos e ajudam os produtos a fixarem melhor. Isso sem falar que deixam a aparência mais iluminada.

Podem ser usados em qualquer tipo de pele?

Os óleos faciais podem ser aplicados em qualquer tipo de pele, mas é necessário escolher um produto com os ingredientes certos para as suas necessidades. 

Peles oleosas

A indicação é que os óleos sejam utilizados como último passo no tratamento desse tipo de pele, funcionando como uma camada protetora. Jojoba, romã e semente de uva, que têm propriedades adstringentes e ajudam a pele a respirar, são os ingredientes mais indicados para quem tem a pele oleosa.

O que acontece é que, quanto mais seca a sua pele estiver, mais sebo o seu corpo vai produzir. Por isso, os óleos podem funcionar desestimulando a produção de oleosidade, com efeitos melhores do que outras substâncias adstringentes, que criam um ciclo vicioso ao ressecar a pele.

Peles mistas

As pessoas com este tipo de pele estão em vantagem, pois, provavelmente, vão se adaptar bem a qualquer óleo. O de argan é ótimo, já que tem efeito antioxidante e ajuda a manter a pele hidratada, com a aparência suave. O de rosa mosqueta também é indicado, sendo rico em vitaminas e não muito oleoso.

Peles secas

Quem tem este tipo de pele deve usar óleos à base de substâncias que estimulam a produção de sebo, evitando o ressecamento. O tipo mais indicado é o de amêndoa, que proporciona uma hidratação intensa, com efeito duradouro. 

O de abacate também é uma ótima opção, pois é rico em vitamina E, que ajuda a prevenir a descamação da pele. Girassol e coco são outras boas indicações para as peles secas.

Peles sensíveis

Os donos de peles sensíveis são os que precisam tomar mais cuidado, pois muitas substâncias podem acabar causando irritações, especialmente, as mais adstringentes. 

Óleos de moringa ou aloe vera costumam ser boas opções, pois contêm anti-inflamatórios, o que acaba prevenindo possíveis problemas. O primeiro tem antioxidantes que protegem a pele, enquanto o segundo tem a vantagem de ser antibacteriano.

Nesses casos, independente da escolha, a dica é fazer um teste, com uma pequena quantidade, e aguardar 24 horas antes de iniciar o tratamento, observando se a sua pele apresenta alguma reação nesse período.

Quer saber as notícias do Jornal Montes Claros em primeira mão? Siga-nos no Facebook @jornamoc, Twitter @jornalmoc e Instagram @jornalmoc.