Últimas Notícias

Moda fitness: peças para usar além da academia

Tops, calças legging, jaqueta corte e camisetas: a moda fitness vem conquistando cada vez mais espaço em ocasiões fora das academias.

Moda fitness: peças para usar além da academia

A popularização das academias na última década trouxe o estilo fitness como uma tendência de moda. Contudo, o que pouca gente sabe é que esse estilo não precisa (nem deve) ficar restrito a esses espaços e pode integrar diferentes ocasiões, desde as mais casuais até algumas sofisticadas.

Nos últimos anos, a moda fitness se transformou e, além de super confortável, é bastante versátil, podendo ser inserida em diversos looks. A qualidade do material é fundamental para garantir essa adaptabilidade, que explica por que essa tendência tem conquistado um espaço cada vez maior nos armários.

Conforto é a palavra-chave dessa moda. Se você deseja conhecer mais esse estilo fitness com versatilidade, confira um pouco mais sobre esse estilo e quais são as peças que mais são usadas fora da academia.

Jaqueta corta-vento

Essa foi uma das primeiras peças que saíram das academias e começaram a ser vistas em outras ocasiões. Marcada por um tecido extremamente leve e fácil de lavar, essa jaqueta costuma ser mais usada na meia-estação, já que é ótima para proteger do frio sem esquentar demais.

A sua versatilidade agrada pessoas adeptas de diferentes estilos. Quem curte um look mais básico, pode investir nessas peças em tons mais clássicos (como preto, azul-marinho e cinza). Já quem gosta de sair do usual e não tem medo de ousar, vale buscar peças coloridas e/ou estampas.

Calça legging

Essa é a peça queridinha da moda fitness. Extremamente confortável, esse tipo de calça cai bem com vestidos curtos, com blusas diferentes e diversos tipos de calçados (botas de cano curto, tênis, sandálias de salto ou rasteiras).

Essa calça ajuda a modelar o corpo e costuma cair bem quando sobreposta com peças mais largas ou ousadas, como blusinhas de corte irregular, mangas bufantes ou um ombro só. Para quem está começando agora, a legging preta é o modelo mais clássico e fácil de ser combinado. 

Se você não quer chamar a atenção para coxas e quadril, tome cuidado com leggings estampadas. Outra dica é prestar atenção com o comprimento da calça, já que as mais curtas provocam a sensação de pernas mais grossas. 

O comprimento mais tradicional dela é aquele que vai até logo abaixo do tornozelo. Se você gosta de visuais mais chamativos e brilhantes, deixe para colocar os brilhos na peça de cima, para não sobrecarregar o look. Enquanto as leggings usadas durante a prática de atividades físicas são mais curtas, as do tipo social possuem um corte mais reto e são mais compridas.

Tops

Esse é outro queridinho dessa tendência e também presente em outros estilos como o outerwear — que deixa as lingeries ou pelo menos parte delas à mostra. Super confortável, o top também é prático e minimalista, facilitando sua combinação com outras peças e traz mais segurança na hora de compor o visual.

Em ocasiões que exigem mais estilo (festas e bares com amigos, por exemplo), vale apostar em uma regata transparente. Se você curte ousar, vista um top em cor neon e deixe as outras peças em cores mais escuras e discretas para não roubar a atenção dele. Se esfriar, basta colocar um casaco, pois o look continua confortável e isso o deixa super despojado.

Camiseta fitness

Essa é outra peça básica e super coringa para ter no armário. Além de serem mais leves e frescas, elas são super fáceis de lavar, rápidas de secar e bastante versáteis.

É comum encontrar essa camiseta em algodão, mas o avanço tecnológico já disponibilizou outros tecidos como o dry fit, o savyon e o infra emana, que tem boa resistência, evita o contato prolongado entre pele e suor, e oferecem um maior equilíbrio térmico. Vale apostar em camisetas com corte “V” e aquelas que deixam as costas mais à mostra.