Últimas Notícias

7 hábitos que aceleram o envelhecimento da pele

Se expor em excesso ao sol, fumar, beber ou ter uma alimentação desequilibrada são algumas das coisas que você não deveria fazer.

7 hábitos que aceleram o envelhecimento da pele

O tempo é implacável com a nossa pele e as marcas vão aparecer para todos com o passar dos anos. No entanto, quem adota no dia a dia medidas de proteção da pele, desde cedo, pode sempre parecer mais jovem.

A tecnologia e os cosméticos já são capazes de fazer verdadeiros milagres para o seu rejuvenescimento em todas as áreas do corpo, especialmente na face. Além disso, o segredo é evitar os hábitos nocivos que aceleram o envelhecimento.

São cuidados simples, mas que fazem toda a diferença, especialmente no longo prazo. Preste atenção na lista a seguir e, na medida do possível, se mantenha longe de todos os itens dela.

Fumar

A nicotina e outras substâncias tóxicas presentes no cigarro prejudicam a circulação de sangue e a oxigenação da pele, o que torna a aparência mais ressacada. Elas também aumentam a produção de radicais livres, que inibem a produção de colágeno, essencial para dar à pele um aspecto saudável.

Fumar acelera a formação de rugas e manchas, além de causar a impressão que a pele está amarelada. Isso sem falar que até as unhas e cabelos tendem a ficar mais opacos e sem vida.

Abusar do álcool

Consumir álcool em excesso faz mal para a saúde de todo o corpo e, claro, influencia na aparência da pele. O álcool favorece a desidratação do organismo e, nessas condições, o corpo costuma retirar água da pele, que pode ficar ressecada. Além disso, o excesso de álcool também aumenta a produção de radicais livres.

Tomar muito sol

Alguns minutos de exposição diária ao sol costumam fazer muito bem à nossa saúde física e mental, mas o excesso pode ser um vilão para a pele. O sol é um dos principais responsáveis pelo fotoenvelhecimento, favorecendo o surgimento de manchas, rugas e até do temido câncer de pele.

A dica é sempre usar protetor solar, com proteção contra os raios UVA e UVB, de preferência todos os dias. Nos dias em que for à praia ou for ficar longas horas sob o sol, mais ainda.

Não se hidratar

Tomar pouca água é um hábito que faz mal por motivos óbvios: favorece a desidratação. Assim, além de ficar mais ressecada e com aparência sem vida, a pele tende a envelhecer mais rápido. O segredo é tomar pelo menos dois litros de água todos os dias.

Comer mal

Os nossos hábitos alimentares influenciam diretamente na saúde, como também na nossa pele. Quem tem uma alimentação desequilibrada fica com a aparência pior mais rápido, porque a pele precisa dos nutrientes certos para ficar bonita.

Alimentos ricos em minerais e vitaminas A, C, E devem sempre fazer parte da dieta de quem tem esses cuidados. Mas carboidratos e proteínas também são essenciais. Em resumo: uma alimentação balanceada para o corpo, também será boa para a pele.

Dormir pouco

É durante o sono que o nosso corpo produz várias substâncias essenciais para o nosso bem-estar, como a melatonina, que tem efeitos calmantes e regula a reparação celular. Isso sem falar que quem dorme pouco favorece a formação de
olheiras, que dão ao rosto uma aparência cansada.

Estresse

O estresse estimula a liberação de hormônios que não são amigos da pele, já que estimulam as glândulas sebáceas, o que pode deixá-la mais oleosa, propiciando o aparecimento de cravos e espinhas, por exemplo. Além disso, a ansiedade causada pelo estresse pode propiciar também a presença de alergias.

Por isso, hábitos que são bons para a saúde mental, como exercícios físicos e meditação, também acabam sendo cuidados indiretos com a pele. Agora você pode dizer, com convicção: “não posso me estressar porque faz mal à minha pele”.