Últimas Notícias

3 dicas para escolher o sutiã ideal para você

O sutiã é um grande aliado do conforto — para tal, porém, é preciso escolher a peça certa para você.

Já faz tempo que o conforto tem sido considerado fundamental na hora de montar looks casuais, para o trabalho ou mesmo para saídas noturnas. Atualmente, as mulheres não acreditam mais ser necessário estar desconfortável para estar bonita.

A moda comfy, como é chamada, baseia-se nessa noção: ela prega que é possível utilizar peças macias ao toque, justas, porém não compressivas, e até tênis mais casuais em produções com materiais nobres, sem que isso remova a elegância ou a beleza de cada visual.

Tal ideia tem sido levada também para a moda íntima: calcinha e sutiã, hoje, devem ser não só agradáveis ao olhar, mas gostosos de vestir. Neste artigo, daremos dicas para que você consiga escolher o sutiã ideal. Confira!

Dica um: escolha a taça certa

Muitas mulheres têm dificuldade para comprar sutiãs porque a numeração e o tamanho variam de acordo com a marca. Se for possível medir a peça antes de comprá-la, essa é uma boa opção. Quando não existe essa possibilidade, como quando compramos pela internet, o ideal é tirar as suas medidas e compará-las com aquelas que são disponibilizadas no e-commerce.

Sempre confira o tamanho da taça do sutiã e, em posse das suas medidas, escolha a que mais se adequa ao seu corpo. Taças muito pequenas, além de causarem desconforto e às vezes uma sensação de “sufocamento”, desvalorizam os seios e podem prejudicar o look, já que não é incomum que os seios saltem para fora da roupa.

Taças muito grandes, por sua vez, ficam marcadas “para fora”, evidenciando que os seios são menores que elas, gerando certa poluição visual. A melhor opção, portanto, é uma taça ajustada aos seios, que não seja muito apertada ou muito frouxa.

Dica dois: entenda o seu corpo

Se você tem seios pequenos, não precisa de sutiãs reforçados ou com grande potencial de sustentação. Nesse caso, pode ser interessante se aventurar em lingeries com alças mais finas (as mulheres com seios maiores às vezes não gostam dessa opção, uma vez que o peso do busto pode provocar incômodo na região dos ombros).

Caso você queira criar um efeito visual maior, opção que geralmente é a escolha das mulheres com seios menores, pode apostar em um bojo com enchimento interno ou no modelo push-up, que costuma levantar os seios e deixá-los mais próximos.

O formato dos seios também tem influência na escolha do sutiã: seios menores tendem a ser mais leves, como já comentamos, então é possível que precisem de menos sustentação. Aqui, portanto, permanece a sugestão dos modelos push-up, com alças finas ou médias. Seios mais pesados, que tendem a ser maiores, pedem alças grossas, costura reforçada e boa sustentação na base.

Dica três: respeite o seu gosto pessoal

Se você já sabe quais são as particularidades do seu corpo, pode escolher o modelo de sutiã que, dentro das possibilidades, dialogue também com a sua preferência cotidiana.

Pessoas que vão do trabalho direto para a academia ou outro espaço de atividades físicas podem preferir utilizar sutiãs esportivos, uma vez que eles oferecem sustentação excelente e boa compressão (o que ajuda a não sentir dor na hora da correria e da prática esportiva).

Pessoas que gostam de usar a lingerie como destaque da produção ou querem que ela fique levemente à mostra em algum momento podem preferir o modelo triângulo, que é confortável, mas dá bom destaque aos seios, ou strappy, que carrega uma boa dose de sensualidade.

Alguns modelos alongados, como o rendado, também podem ser usados para compor looks. Para utilizá-los sem erro, basta combiná-los com um conjunto de alfaiataria, composto por blazer e calça. Está feito!