Últimas Notícias

Empresas no RJ fortalecem campanhas de doações de alimentos durante a pandemia

Rio de Janeiro – RJ 18/8/2021 – Na Ceptis, cada funcionário que apresentar o cartão de vacinação no posto médico da empresa, a companhia irá doar 5 kg de alimentos a comunidades do RJ

Iniciativas já arrecadaram R$ 520 mil para o abastecimento de comunidades em situação de pobreza

A cultura da solidariedade no setor empresarial vem ganhando força durante a pandemia da Covid-19. São ações que vão desde apoiar medidas que colaboram para evitar a disseminação da doença até iniciativas para ajudar a abastecer com alimentos comunidades em situação de pobreza.

No Rio de Janeiro, a Campanha SESI Cidadania Contra a Fome, da Firjan SESI, é uma das mais bem-sucedidas. A mobilização, que reúne empresas e sociedade civil para doar alimentos, foi lançada em abril e já arrecadou mais de R$ 520 mil, e atendeu a aproximadamente 30,1 mil pessoas das comunidades locais.

Na semana passada, a Ceptis, empresa associada à Firjan Sesi, irá doar meia tonelada de alimentos para a campanha. A arrecadação aconteceu por meio de uma mobilização interna para incentivar a vacinação contra a Covid-19 entre os funcionários da empresa. A ideia, de acordo com o diretor de Pessoas e Administração da Ceptis, Paulo Paixão, é aumentar o número de pessoas do quadro imunizadas e, ao mesmo tempo, ajudar na campanha Sesi Firjan contra a fome no estado.

Assim, para cada cartão de vacinação apresentado por um funcionário no posto médico da empresa, será realizada a doação de cinco quilos de alimentos não perecíveis da cesta básica (arroz, feijão, macarrão, leite em pó, entre outros) para famílias em situação de pobreza no RJ. Isto é, o funcionário da Ceptis que se vacinar, além de se proteger contra o vírus, também realizará um gesto de solidariedade com a Ceptis. Os alimentos serão 100% custeados pela companhia. Ao todo, 240 funcionários estão aptos para a vacinação, dos quais 100 já foram imunizados com a primeira dose da vacina. Os 500 quilos de alimentos arrecadados com a Ceptis serão encaminhados para a instituição social Creche Casulo Agostinho, que atende a 395 crianças, de 0 a 4 anos, na região de Santa Cruz (RJ). 

“Estamos enfrentando a maior crise do século por conta da pandemia e, no Rio de Janeiro, o cenário não é diferente. É preciso ajudar e rápido, são muitas famílias em situação de vulnerabilidade. E, paralelamente a isso, nós apoiamos as campanhas de vacinação e incentivamos todos a se vacinarem contra a doença. Então, conseguimos apoiar duas grandes iniciativas, aumentando o engajamento e o sentimento de pertencimento dentro da empresa pautados pela valorização e por processos humanizados”, avalia o diretor.

Segundo levantamento da Firjan, com base nos dados do Ministério da Cidadania, 2,6 milhões de fluminenses (o equivalente a 15,1% da população do estado) estão situação de extrema pobreza e vivem com até R$ 89 por mês no Rio de Janeiro. “Atualmente, em meio a uma pandemia, com muitas pessoas infelizmente perdendo empregos e com dificuldades financeiras, a doação de alimentos é uma colaboração de fundamental importância para garantir a sobrevivência de famílias necessitadas”, afirma Alexandre dos Reis, diretor regional do SENAI-RJ e diretor superintendente do SESI-RJ.

“A parceria entre a Firjan SESI e a Ceptis representa a união de esforços do setor empresarial para ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade social. Trata-se de mais um elo de uma grande corrente de solidariedade. Toda a generosidade é bem-vinda para ajudar a quem tem fome”, ressalta.

Realizada em parceria com o Viva Rio/SOS Favela, a União Rio e o Caminhão da Misericórdia, da Comunidade Olhar Misericordioso, a Campanha SESI Cidadania Contra a Fome conta também com o engajamento de empresas, de trabalhadores da indústria, de colaboradores do Sistema Firjan e da população em geral.

Website: http://www.ceptis.com.br