Últimas Notícias

Comparativos de preços e reviews: ferramenta pode ampliar crescimento de sites

São Paulo – SP 20/8/2021 – A demanda por reviews e por comparação de preços existe e ainda vai aumentar muito. O digital é o futuro, mas também já é o presente

Dados recentes apresentados pela ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico) indicam a consolidação cada vez maior do e-commerce no mercado brasileiro

A transformação digital no hábito de consumo do brasileiro tem se deslocado gradativamente do campo da tendência para a consolidação. Se antes da pandemia de Covid-19 o consumidor já tinha uma predisposição cada vez maior para realizar compras por meio do formato on-line, hoje pode-se dizer que esta maneira de consumir produtos e serviços já é uma prática devidamente estabelecida no Brasil. E acompanhando tais mudanças, costumes arraigados na maneira “tradicional” de comprar algo, como pesquisar os melhores preços ou buscar mais informações sobre aquilo que será adquirido, também têm ganhado força no meio digital.

São emblemáticos os dados recentes apresentados pela ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico) sobre essa consolidação do e-commerce no mercado brasileiro: em 2020, 42,9 milhões de pessoas realizaram compras on-line no país, sendo que 47% deste público jamais havia consumido produtos desta maneira antes – a estimativa realizada pela associação para o período antes da atual crise sanitária era de apenas 3 milhões de “consumidores de primeira viagem”.

Da mesma maneira, e ainda segundo informações fornecidas pela ABComm, a abertura de novas lojas virtuais em 2020 foi da ordem de 150 mil, superando em dez vezes a previsão total para o ano, feita antes do início da pandemia de Covid-19.

Tal expansão das compras on-line, como não poderia deixar de ser, é acompanhada pelos mesmos hábitos de consumo de quem também o faz de forma presencial. Nesse sentido, a busca pelo melhor preço é o fator que mais influencia o consumidor em transações realizadas pelo meio digital. De acordo com estudo realizado em janeiro deste ano pela Opinion Box, empresa especializada em pesquisa de mercado on-line, 79,4% dos consumidores que utilizam o e-commerce levam em consideração o preço dos produtos em primeiro lugar para comprar algo.

Estas comparações de preço, além disso, há tempos já têm sido feitas por sites e aplicativos especializados, sendo um hábito de 36,9% dos consumidores digitais consultá-los antes de uma compra, de acordo com pesquisa da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) realizada de forma conjunta com o SPC (Serviço de Proteção de Crédito) em julho de 2017.

Outro comportamento “adaptado” para o formato digital diz respeito à busca por maiores informações sobre determinados produtos e serviços. Se no modelo “tradicional” de compras era comum consultar amigos e conhecidos que já tivessem comprado algo, para saber se valeria a pena prosseguir no intuito, no formato on-line vale a pena consultar todo e qualquer review sobre o produto disponível na rede.

Uma pesquisa recente realizada pela consultoria estadunidense BrightLocal apontou que 91% dos consumidores com idade entre 18 e 34 anos são mais influenciados por reviews do que até mesmo amigos e familiares. E, de acordo com o mesmo estudo, quatro em cada cinco consumidores desistem de comprar algo quando se deparam com reviews negativos.

Reviews mais técnicos e comparação de preços ajudam consumidores digitais

O feedback de outros compradores pode influenciar muito em uma compra (ou na desistência dela), mas muitas vezes não é feito de forma racional – quem nunca se deparou com situações em que um mesmo produto ou serviço exatamente iguais foram avaliados de maneiras distintas por consumidores diferentes? Reviews mais técnicos, publicados em sites especializados, então, têm sido uma opção para aqueles que buscam informações mais seguras – e desprovida de avaliações subjetivas.

“Um mesmo produto pode gerar experiências positivas para alguns e desagradar totalmente outros. Um bom review, então, tem que levar em conta o maior número possível de elogios, reclamações e comentários sobre o objeto em questão para seja traçado uma análise mais objetiva possível sobre ele”, diz Augusto Eduardo Pereira, especialista em tecnologia e CEO da empresa Melhor do Lar, site que realiza comparação de preço de produtos acompanhados de reviews técnicos.

A consolidação do e-commerce em outros países, segundo Pereira, fez com que este tipo de serviço também crescesse muito, passando a ser amplamente utilizado por consumidores que buscavam resenhas mais objetivadas sobre produtos e serviços. “Analisando mercados externos, vimos que sites como esses tinham grande acesso, sinalizando a necessidade dos usuários por esse tipo de artigo”, afirma o empresário.

O “Relatório E-commerce no Brasil”, de abril de 2021, da AbComm, aponta que a aposta de Pereira tem sido acertada, visto que o setor de casa e móveis teve alta de 86,62% no ano imediatamente anterior à divulgação da pesquisa em relação ao mesmo período da temporada anterior.

“O e-commerce no Brasil só tende a crescer e isto mostra que esta demanda por reviews e comparação de preços existe e ainda vai aumentar muito”, diz. “O digital é o futuro, mas também já é o presente”, aposta Pereira.

Para saber mais, basta acessar: https://melhordolar.com.br/

Website: https://melhordolar.com.br/