Últimas Notícias

Brasil tem seu primeiro centro de coleta de células-tronco

São Paulo 31/8/2021 –

A iniciativa partiu da parceria inédita entre a R-Crio – Centro de Processamento Celular, ANADEM e Hospital São Lucas da PUCRS

As pesquisas e estudos científicos envolvendo o uso de células-tronco mesenquimais vêm revolucionado a medicina já que essas células, comprovadamente, possuem capacidade para reparar e reconstruir tecidos humanos como ossos, cartilagens, vasos sanguíneos, pele, músculos e, ainda, trazem a esperança da cura para algumas condições consideradas incuráveis, como alguns tipos de cânceres e doenças degenerativas do sistema nervoso central.

Diante das promissoras respostas do uso das terapias com células-tronco mesenquimais e também pela Resolução de Diretoria Colegiada (RDC) nº RDC 505/2021, elaborada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), em fevereiro último, que definiu novas regras para registros de produtos classificados como terapias avançadas (produto de terapias celulares, de terapias gênicas e de engenharia tecidual), o Brasil tem a oportunidade e novas perspectiva de desenvolvimento nessa área. E, parcerias como a da R-Crio – Centro de Processamento Celular especializado em isolamento, expansão e armazenamento de células-tronco mesenquimais em condições de uso para tratamentos de saúde, sediada em Campinas (SP), ANADEM – Sociedade Brasileira de Direito Médico e Bioética e Hospital São Lucas da PUCRS, em Porto Alegre (RS), tornam possível a criação do primeiro centro coleta de células-tronco do país.

O Hospital São Lucas da PUCRS, o primeiro centro de coleta do Brasil, realizará coletas ambulatoriais como a do periósteo do palato (céu da boca), no Espaço de Saúde Marcelino Champagnat. Já as coletas do tecido adiposo precisam do ambiente cirúrgico. No entanto, o procedimento é semelhante a uma lipoaspiração e, segundo os especialistas, também é simples e rápido.

Website: https://www.r-crio.com/