Últimas Notícias

Lifting não-cirúrgico e seus benefícios para a aparência

Rio de Janeiro 2/12/2021 – Ideal que haja um alinhamento de expectativas entre médico e paciente, pois como a maioria dos procedimentos favorece o bioestímulo de colágeno

É fundamental buscar orientação de um médico especialista para conhecer a fundo sobre as indicações do lifting não-cirúrgico, visto que cada caso deve ser avaliado individualmente

Durante o processo natural de envelhecimento, é comum que haja aumento da flacidez, visto que o colágeno da pele já não é mais produzido na mesma intensidade que antes. De acordo com um estudo realizado pela Harvard Medical School em parceria com a empresa de genética pessoal 23andMe, ficou entendido que após os 25 anos de idade começa a haver um balanço negativo entre a produção e a destruição do colágeno na pele, o que leva à flacidez.

A fim de medir a insatisfação das mulheres no que diz respeito a aparência da pele, a Pfizer desenvolveu uma pesquisa chamada “O que a sua pele conta”, e constatou que dentre 500 mulheres de 30 a 60 anos, 36% delas se incomoda com a flacidez facial. O lifting não-cirúrgico costuma ser bastante indicado para casos de flacidez um pouco mais acentuadas.

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) afirma que a procura por procedimentos estéticos não-cirúrgicos aumentou em 390% desde 2016, sendo esses procedimentos, em grande maioria, relacionados ao objetivo de amenizar os efeitos do tempo na pele.

A Dra. Ana Carulina Moreno, médica formada pela Universidade de São Paulo (USP) e especializada em dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), afirma que há procedimentos e tecnologias que atuam especificamente na efetivação do efeito de lifting:

1 – Ultraformer III

O Ultraformer III é um ultrassom micro e macrofocado que estimula a produção de colágeno – melhorando a flacidez, e contrai o músculo do local de aplicação – promovendo efeito lifting.

2 – Bioestimuladores injetáveis 

Os bioestimuladores injetáveis, popularmente conhecidos como Sculptra® e Radiesse®, são substâncias aplicadas em planos profundos da pele que estimulam o aumento da produção de colágeno. O resultado esperado é de uma pele mais firme e de um efeito lifting. 

3 – Fios de tração

Os fios de PDO de tração, como o nome já sugere, tracionam o tecido da pele e são 100% absorvíveis pelo organismo. O objetivo deles é promover um efeito lifting e estimular a produção de colágeno na área de aplicação.

É fundamental buscar orientação de um médico especialista para conhecer a fundo sobre as indicações do lifting não-cirúrgico, visto que cada caso deve ser avaliado individualmente. Além disso, é ideal que haja um alinhamento de expectativas entre médico e paciente, pois como a maioria dos procedimentos favorece o bioestímulo de colágeno, a formação do novo colágeno precisa de um tempo para começar a acontecer e os resultados vão aparecendo gradualmente, podendo variar de pessoa para pessoa, afirma a dermatologista Ana Carulina Moreno.

Website: https://www.carumoreno.com.br/