Últimas Notícias

Brasil supera a China e é o país mais impactado pelo Marketing de Influência

Maringá – PR 31/3/2022 –

Segundo a pesquisa da Global Consumer Survey, desde 2021 o Brasil ultrapassou a marca da China com mais de 40% da população impactada pelo Marketing de Influência e tornou-se o maior mercado do mundo na área

Durante os últimos dois anos, o mercado de Marketing de Influência se destacou e obteve um crescimento significativo. A justificativa para isso é que a partir da pandemia, ficou claro que boa parte dos métodos de marketing convencionais já não eram mais compatíveis com a nova realidade. Nesse período, os influenciadores digitais foram a resposta para criar um senso de comunidade, inspirar as pessoas em casa e ajudar empresas a se comunicarem com públicos cada vez mais digitais e nichados.

Uma pesquisa realizada pela Global Consumer Survey revela que a porcentagem dos brasileiros impactados pelo Marketing de Influência em 2019 era de 36% contra 40% dos chineses. Já em 2021, esse número no Brasil superou a marca de 40% e, portanto, o país é hoje o maior mercado nessa área. Outro estudo, dessa vez do Business Insider, prevê que, até o final deste ano de 2022, o setor do Marketing de Influência valha aproximadamente R$ 79 bilhões. 

Influenciadores digitais ou influencers são pessoas reconhecidas na internet, muitas vezes passando dos milhões de seguidores, que têm um público fiel e fala diretamente com o consumidor – levando em consideração seus interesses, seus hobbies e sua linguagem – e o Marketing de Influência funciona através de ações de marketing que são executadas justamente por esses indivíduos. “Se você confia na opinião e na experiência de alguém, você tende a ser influenciado por ela mais facilmente. Dessa forma, os influenciadores conseguem atingir o consumidor, de forma a engajar e induzir o mesmo a tomar decisões de compra”, menciona o Diretor de Mercado da TecnoSpeed, Jonathan Santos.

Tendências do Marketing de Influência para 2022

Hoje, o Marketing de Influência já faz parte das estratégias de comunicação das marcas e, a cada dia, é demonstrado mais a importância de investir nesse mercado. Para 2022, o segmento continuará em expansão com a vantagem de que o mercado já está mais amadurecido. No entanto, é preciso estar sempre atento às tendências para acompanhar o setor e adotar estratégias assertivas

Uma das grandes novidades é que se exija mais dos resultados individuais de influenciadores contratados. É esperado que métricas, como o alcance potencial se tornem obsoletas e o requisito fundamental seja referente ao engajamento ou o alcance verdadeiro. A tendência é que se forme, dentro de cada empresa, um departamento de influencer marketing, onde um analista será o responsável pela área, administrando tanto a pesquisa de mercado quanto o monitoramento dos resultados.

Outra tendência que vai se destacar em 2022 é o foco maior em perfis de micro influenciadores. De acordo com a pesquisa da consultoria Later and Fohr, os micro influenciadores, especialmente aqueles com menos de 25 mil seguidores, têm uma taxa de engajamento de 7% – o que é considerada altíssima. Para o Diretor de Mercado da TecnoSpeed isso se deve especialmente à criatividade  dos micro e nano influenciadores na criação de conteúdo que reflete experiências autênticas e reais. “Além disso, fatores como o nicho, a forte conexão com o público que eles influenciam e os baixos custos de ativação também são levados em conta”, completa Jonathan.

Quanto a presença desses influencers nas redes sociais em 2022, o Instagram deve continuar entre os preferidos pelas empresas. Apesar de, no Brasil, 100% das campanhas incluírem o Instagram em seu planejamento, o TikTok também começa ganhar espaço nesse portfólio. Com mais de 3 bilhões de downloads e 689 milhões de usuários ativos, o TikTok entrará com mais força no radar das marcas esse ano por meio de conteúdos de vídeos mais curtos, ágeis, criativos e descontraídos.

O Marketing de Influência aumenta as vendas da empresa

Um estudo realizado pela Spark em parceria com o Instituto QualiBest, noticiado pelo UOL, apontou que 76% dos consumidores já compraram algum produto ou serviço devido a alguma recomendação feita por influenciadores digitais. É válido ressaltar que para investir no Marketing de Influência, é preciso ter em mente que a venda é a consequência de uma ação de marketing muito estruturada. 

Esse assunto foi explorado no Workshop Avançado de Marketing e Vendas da TecnoSpeed. As 5 talks apresentadas garantem uma imersão completa para aprender na prática a transformar o Marketing de Influência em vendas. O evento foi gravado e está disponível gratuitamente no canal do YouTube da Casa do Desenvolvedor. É possível acessar clicando aqui.

Website: https://tecno.dev/workshop-acesso