Últimas Notícias

Aplicativos promovem o aumento das mulheres no agronegócio

Três Lagoas – MS 12/4/2022 – As mulheres têm se destacado nos negócios pelo seu potencial de inovação, adaptabilidade e capacidade para pensar em soluções

Estudos demonstram o quanto os aplicativos têm contribuído para que as mulheres se destaquem no segmento agro.

De acordo com um estudo apresentado pelo Ministério do Trabalho e Previdência (MTE) em 2020, o uso de tecnologias, como os aplicativos, tem feito com que o número de mulheres envolvidas com o agronegócio crescesse muito nos últimos anos. A pesquisa também indicou a possível razão disso: a escolaridade feminina, que hoje já é superior à masculina no campo, e que também foi um dos fatores responsáveis pelo aumento da presença das mulheres no agronegócio.

Em paralelo a isso, o último relatório publicado pela associação Agroligadas indicou que 66% das mulheres que realizam a gestão de propriedades rurais afirmam ter acesso às tecnologias da área. Entre essas tecnologias estão as máquinas agrícolas, os equipamentos para manejo, as ferramentas de comunicação e, principalmente, os aplicativos.

Em relação a isso, uma pesquisa divulgada pela Associação Brasileira do Agronegócio (ABAG) já revelava também que as mulheres eram muito mais propensas a utilizarem as tecnologias e os aplicativos para o manejo das atividades no campo.

Todos esses resultados demonstram o quanto as empresárias do agronegócio estão conectadas com os aplicativos direcionados ao seu trabalho diário. Esse é o caso de Marta Garcia, proprietária de uma fazenda na região de Selvíria, no Mato Grosso do Sul. Marta tinha algumas dificuldades em encontrar o lote adequado para sua estratégia, visto que morava em Campo Grande. Diante disso, ela recebeu uma indicação do Sindicato Rural de Três Lagoas a respeito de um aplicativo e, desde então, passou a utilizar mais ferramentas como essa para a gestão de seu negócio.

 “Desde o ano passado, eu tentava achar um lote de novilhas que precisava comprar para integrar o meu rebanho, mas não conseguia. Mesmo fazendo contato com várias pessoas da região, nenhum lote que me apareceu se adequava à realidade que eu precisava, principalmente pela qualidade e quantidade”, explica Marta. 

A presença das mulheres na utilização de aplicativos para gestão de propriedades rurais também é algo que tem sido observado pelos fornecedores dessas tecnologias. “Com o passar dos anos, observamos cada vez mais mulheres interessadas na utilização dos aplicativos voltados para o agronegócio e é essencial que as tecnologias estejam prontas para suprir as necessidades desse público”, afirma Germano Sestini, fundador do aplicativo de leilão de gado LeiloApp.

Casos como o de Marta mostram o quanto as mulheres têm se destacado nos negócios pelo seu potencial de inovação, adaptabilidade e capacidade para pensar em soluções que vão além dos meios tradicionais, o que também faz com que estejam mais propensas a utilizar os aplicativos e tecnologias para o manejo das propriedades rurais.

Website: http://www.leiloapp.com.br