Últimas Notícias

Inovações e tendências do marketing de varejo

O marketing de varejo é um dos principais métodos de divulgar sua empresa de armazéns gerais no mercado, uma vez que seu objetivo principal é gerar interesse nos usuários e garantir vendas para a companhia, independentemente do segmento de varejo.

Esse modelo de marketing recebe o nome por conta de seu foco de trabalho. O mercado varejista é aquele que lida diretamente com o consumidor final, ou seja, o cliente que receberá o produto em mãos.

Ele é diferente do mercado atacadista, uma vez que não lida com outras empresas e revendedores, ou produtores que transformarão o produto em outro item. Para empresas que trabalham com o varejo, o marketing deve se adequar a suas necessidades.

No que consiste o Marketing de Varejo?

Existem muitos aspectos que devem ser avaliados quando você lida com esse tipo de ferramenta, mas existem quatro pilares que são levados em conta em qualquer estratégia, e são conhecidos como os 4 “P”s do marketing. São eles:

  • Produto;
  • Preço;
  • Praça;
  • Promoção.

Esse é um conceito antigo, mas que ainda é utilizado pela maioria das companhias para abordar todo o processo de vendas.

Com o produto, você tem as especificações técnicas do material que está tentando vender em sua distribuidora de algodão, e entende-o como uma solução para uma necessidade do mercado.

Já o preço coloca esse material em competitividade com soluções similares e com empresas concorrentes, criando um ambiente satisfatório para suas vendas como um todo. A praça representa o mercado em que você está tentando se inserir.

É considerada praça toda a área de vendas que a empresa utiliza, desde lojas próprias e revendedoras até canais digitais de comunicação, que tem se popularizado nos últimos anos.

A promoção se refere ao processo de apresentação do produto. É aqui que as ações de marketing tem oportunidade de brilhar, destacando-se de outras opções e fazendo com que o consumidor deseje consumir esse tipo de item.

Uma das principais mudanças nesse tipo de atividade ocorreu com o processo conhecido como transformação digital. Nesse processo, diversos avanços tecnológicos começaram a se tornar parte do dia a dia das pessoas, popularizando-se e mudando a forma do mercado agir.

O próprio perfil do cliente acabou se modificando, e as empresas de armazenagem de cargas que ainda têm desejo de permanecer em atividade no mercado, até mesmo em posição de liderança, precisam entender essas novas tendências e se adaptar.

O marketing de varejo no mundo digital

Hoje, é muito difícil encontrar uma pessoa que não possua um método de conexão com a internet. A popularização dos smartphones ajudou a ampliar o acesso para muito mais pessoas, e hoje não é necessário um computador para conseguir acessar sites e redes sociais.

Muitos governos, inclusive, oferecem pontos de rede gratuita para as pessoas que não têm condições de manter um acesso a internet próprio, contribuindo ainda mais para esse tipo de interação.

Pensando nisso, o mercado teve que se adaptar rapidamente, entendendo o mundo digital e suas alterações para a forma como o consumidor estava esperando. O novo perfil do cliente é muito mais exigente, e depende de informações antes de tomar uma decisão ao consumir de sua fabrica de farinha de trigo, por exemplo.

Para conseguir entender melhor todas as suas possibilidades, é preciso manter atenção constante sobre as inovações tecnológicas cada vez mais frequentes, entendendo quais delas se tornarão tendências para o mercado e como trabalhar com elas.

Algumas das principais inovações dentro desse tipo de ótica são razoavelmente simples, mas otimizam o trabalho de toda a equipe e acabam se tornando muito relevantes a longo prazo.

Por isso, entender algumas das principais tendências e inovações que o marketing de varejo possui é uma excelente maneira para destacar sua companhia, independentemente do segmento em que ela atua.

Inteligência artificial

As inteligências artificiais estão se tornando cada vez mais poderosas, e com isso parte efetiva de qualquer empresa de varejo que deseja se manter em atividade. Essas ferramentas podem otimizar o tempo de ação de sua empresa de entrega de encomendas.

Uma inteligência artificial pode realizar atividades mecânicas e repetitivas com muito mais qualidade e menor chance de erro, deixando seus colaboradores disponíveis para trabalhos mais complexos.

Além disso, uma IA não tem necessidade de pausas ou descansos, e pode acabar otimizando esse tipo de trabalho durante todos os dias da semana, vinte e quatro horas por dia.

Essas ferramentas acabam se integrando em seu processo de trabalho, e podem ser utilizadas em diversos setores, desde o operacional de sua empresa até a comunicação, através dos chatbots.

Um chatbot é uma ferramenta de comunicação controlada por uma inteligência artificial, que tem como principal finalidade resolver dúvidas e fazer um primeiro atendimento básico para qualquer cliente que deseje um contato com sua empresa.

Ao usar esse tipo de ferramenta, você consegue manter o consumidor engajado no assunto até que seus atendentes venham ajudá-lo, caso seja necessário, além de eliminar uma série de comunicações básicas ocupando menos tempo de seu time.

Machine learning

Uma das principais ferramentas dentro da tecnologia é o machine learning. Essa ferramenta permite que as inteligências artificiais criem padrões por conta própria, estabelecendo suas próprias rotinas de acordo com as informações recebidas por fabricantes de máquinas para indústria de alimentos, ou quaisquer outros.

O machine learning funciona, de certa forma, similar a um cérebro humano. Através de estímulos gerados por recursos desconhecidos ou erros, a própria interface começa a buscar soluções e alternativas, sem que haja qualquer tipo de interação humana.

Quanto mais tempo uma inteligência artificial passa com essa tecnologia acoplada, mais inteligente e precisa ela fica, uma vez que vai otimizando suas interações pouco a pouco e ampliando suas possibilidades.

Isso não isenta o profissional humano de inserir informações para que a inteligência artificial comece a trabalhar mais adequadamente, entretanto, pouco a pouco você consegue deixá-la cada vez mais independente.

Esse tipo de ação agiliza muito o trabalho da empresa, uma vez que não é necessário pausar toda a operação para que o profissional consiga consertar algum erro ou falha que passou batido nos testes iniciais.

Assim, você não perde tempo de sua produção e continua capaz de trabalhar com muito mais recursos a longo prazo dentro de suas possibilidades com a tecnologia, como a antecipação de recebíveis cheques.

Big Data

O conceito de big data tem feito cada vez mais parte da vida do varejo como um todo. Essa inteligência artificial em particular é responsável por consolidar uma série de informações e dados de clientes de várias fontes da empresa e de fora, criando relatórios precisos.

Com essas informações, a tomada de decisão de sua equipe de gestão é otimizada, apresentando novas possibilidades e ampliando suas oportunidades de negócio ao entender os padrões e perfis de seus consumidores.

Isso permite um engajamento muito mais direto e personalizado, mostrando ao cliente que você entende suas necessidades e se importa com ele em sua consultoria de importação e exportação, ou qualquer outra empresa.

Realidade Aumentada e Virtual

Uma das interações mais divertidas e diferenciadas para o marketing é a utilização de ferramentas de RA e RV, que tem ganhado muito espaço com a popularização dessa tecnologia.

A realidade aumentada (RA) é muito comum de se observar em aplicativos para smartphones e jogos de geolocalização, e normalmente é um conteúdo que aparece quando você coloca a câmera do dispositivo apontada para um local específico.

Já a realidade virtual (RV) é um processo de imersão completa, usando equipamentos especiais como óculos, fones de ouvido e controles, que colocam o usuário em um ambiente virtual, integrando-se completamente a essa experiência.

Ambas as ações podem ser usadas por marcas do varejo, seja para apresentar novos produtos ou serviços, aproveitar uma experiência diferenciada ou mesmo gamificar um processo de compras.

Esse é um modelo recente no mercado, e nem todas as pessoas possuem o equipamento necessário para esse tipo de interação, mas a tendência é que esse tipo de atividade permaneça por um bom tempo no mercado.

Isso é ainda mais importante quando você fala sobre o relacionamento consumidor e marca, uma vez que esse tipo de estratégia o coloca a frente para lidar com essas questões, aproximando os entusiastas de tecnologia de seu comércio.

Considerações finais

O marketing de varejo está em constante atualização, e estar perto de tendências e inovações coloca sua companhia numa posição de destaque, o que é interessante do ponto de vista negocial pois amplia suas oportunidades de negócio.

Saber explorar estes recursos é muito importante para você conseguir atingir as metas que estipulou para si, e dessa maneira, conseguir trabalhar com mais efetividade e garantindo uma estrutura de qualidade para suas ações.

Quanto mais você adotar essas tendências em suas estratégias de marketing, mais destaque receberá em sua área, tornando-se uma liderança no mercado.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.