Últimas Notícias

Qualidade de vida: brasileiros encontram vantagens ao morar em Orlando

Qualidade de vida em Orlando é considerada muito elevada pela plataforma Numbeo

Seja por acomodar grandes parques de diversões, seja por oferecer ampla infraestrutura a seus turistas e ter um clima aconchegante, Orlando é um dos destinos mais requisitados pelos brasileiros. Engana-se, no entanto, quem pensa que a cidade é boa apenas para o turismo. Os habitantes do município, localizado no sudeste dos Estados Unidos, também aproveitam seus benefícios.

Não à toa, muitos turistas que vêm ao local a passeio acabam procurando por casas à venda em Orlando. Segundo o Instituto Migration Policy, cerca de 20 mil brasileiros residem atualmente na região.

A qualidade de vida, um dos grandes atrativos da cidade, é evidenciada pela plataforma Numbeo, banco de dados global de contribuição colaborativa. Segundo os números coletados pela empresa em abril de 2022, esse indicador tem 180,78 pontos, representando resultado “muito elevado”.

Atraídos por um novo estilo de vida, os moradores de Orlando encontram uma cidade limpa, organizada, arborizada, com boa infraestrutura e de baixa cobrança de impostos (6,5%). Além disso, a região também se destaca pelo lazer, custo de vida, valor dos imóveis e mercado de trabalho.

Opções de lazer

Uns dos motivos que fazem a qualidade de vida em Orlando ser alta são as amplas opções de lazer para os moradores e visitantes da cidade. Além de parques de diversões, o município conta com estádio de futebol, shoppings e muitas áreas verdes para passear e praticar esportes. Vale ressaltar que Orlando tem uma boa localização que permite o fácil acesso a diversas praias em cidades litorâneas da Flórida.

Custo de vida

Orlando apresenta grande variedade no comércio, com lojas que oferecem tanto preços mais acessíveis quanto elevados. De modo geral, o custo de vida na cidade é relativamente baixo quando comparado a outros municípios estadunidenses.

Por exemplo, enquanto em outras cidades dos EUA uma refeição completa custa 20 dólares por pessoa, em Orlando esse mesmo valor pode ser mais do que o suficiente para alimentar duas pessoas.

Já outros serviços, como corte de cabelo, lavanderia e faxina, chegam a ser até três vezes mais baratos. Os gastos com combustível, segundo a plataforma Numbeo, é de 0,76$ por litro.

Valor dos imóveis em Orlando

Segundo a Orlando Regional Realtor Association, as vendas de imóveis registraram alta em agosto de 2021 — de 13%, quando comparado ao mesmo período de 2020. O motivo é que, assim como o custo de vida, o valor do setor imobiliário também é um dos pontos fortes de Orlando.

O preço médio das casas na região alcança a marca de US$160 mil (ou mais de R$ 750 mil) e o aluguel mensal médio de US$1 mil (R$ 4,7 mil). Já uma casa ou apartamento de alto padrão fica em torno de US$ 227 mil (ou R$ 1,06 milhão).

Mercado de trabalho 

Muito além de custo de vida e valor dos imóveis, quem escolhe viver o sonho americano em Orlando logo percebe os benefícios no mercado de trabalho. Segundo o Departamento de Oportunidades Econômicas da Flórida, a cidade ganhou o maior número de empregos no setor privado em dezembro de 2021, além de ter a taxa de crescimento de vagas mais rápida ao longo do ano.

Ainda segundo o relatório, a taxa de desemprego em Orlando foi de 3,8%, abaixo dos 4,5% relatados no ano anterior.

Por ser uma cidade turística, Orlando apresenta boa oferta de trabalho — inclusive para brasileiros. A forte presença de conterrâneos na região faz com que grande parte das empresas, lojas e restaurantes ofereça emprego para quem fala português fluentemente.

É claro que, nesses casos, a língua inglesa também é um pré-requisito. Segundo o site Glassdoor, os salários em Orlando também apresentam bom desempenho, com média de US$ 45.701 por ano (quase R$ 215 mil).