Últimas Notícias

Bateria de celular explode mesmo? Saiba como evitar

Pode ser que você já tenha passado por essa situação ou conheça alguém que já tenha vivido isso: procurar uma assistência técnica de celular Motorola ou qualquer outro tipo de fabricante porque estava com medo que a bateria explodisse. 

Sim, aquele pequeno smartphone que você mantém no bolso, na bolsa ou ao lado da sua cabeça na cama tem o potencial de explodir. Não importa em que dispositivo esteja, as baterias de celulares apresentam riscos idênticos.

No entanto, embora esse risco seja real, você não deve se desesperar, já que os fabricantes de celulares não querem ver seus aparelhos explodindo por aí e tomam os cuidados necessários para evitar que isso aconteça. 

Porém, por que as baterias explodem? E como você pode reduzi-los com o seu telefone? É isso que vamos explorar neste artigo! 

​​O que faz com que as baterias do smartphone explodam?

Geralmente, o que faz com que um smartphone exploda são defeitos de fabricação. No entanto, existem situações onde a explosão pode acontecer devido ao uso do usuário. 

Dito isso, aqui estão as principais razões pelas quais baterias de celulares podem explodir. 

1. Defeitos de fábrica

Como já citamos, o principal motivo para que as baterias de smartphones explodam são os defeitos de fabricação. Por exemplo, um lote ruim de baterias ou o uso incorreto de um componente pode fazer com que ocorram explosões. 

Além disso, os aparelhos celulares falsos – e sim, existem muitos por aí –, também podem apresentar falhas e explosões nas baterias. 

Afinal de contas, esses celulares custam muito menos que os aparelhos originais. Em outras palavras, os fabricantes de smartphones falsos precisam reduzir o máximo possível os seus custos, o que, consequentemente, pode resultar em aparelhos de má qualidade, que oferecem riscos aos usuários. 

2. Calor em excesso

Quando um smartphone é exposto a calor excessivo, as células internas da bateria podem ser quebradas, o que pode gerar um curto-circuito interno e a explosão do aparelho. 

Porém, é importante deixar claro que isso só acontece com temperaturas extremamente altas, ou a bateria já tenha alguma falha. 

Esse calor em excesso pode gerar uma sobrecarga na bateria, que está recebendo muito mais corrente do que consegue suportar de forma segura. Com isso, ocorre o superaquecimento e a explosão. 

Embora o seu smartphone seja capaz de processar todas as funções que ele possui, como acessar vários aplicativos, executar jogos e assim por diante, se você tentar executar muitas ações ao mesmo tempo em um lugar quente, sua bateria pode ser danificada. 

Por exemplo, evite deixar o seu celular tocando música durante horas e mais horas sob a luz direta do sol. Isso poderá fazer com que ele fique sobrecarregado e será difícil fazer com que ele resfrie. 

3. Uso incorreto do carregador 

Este é um erro que muitas pessoas cometem e nem fazem ideia. O uso incorreto do carregador, bem como usar um carregador defeituoso, pode causar uma explosão. 

Isso acontece porque o carregador pode fornecer mais corrente do que a bateria do celular pode suportar. 

Além disso, os carregadores falsos – ou de aparelhos falsos – geralmente não seguem as especificações de segurança que são exigidas pelos dispositivos USB. Eles costumam utilizar materiais de baixa qualidade, que não possuem a proteção necessária para o usuário. 

Como evitar que o celular exploda

Bem, você já sabe alguns dos principais motivos que fazem com que os smartphones explodam. Agora, está na hora de entender o que pode fazer – ou não fazer – para evitar que esse problema aconteça com você. 

  • Não carregue o celular na cama: sim, é muito tentador carregar o seu telefone enquanto você está na cama. Porém, isso é arriscado, já que você pode adormecer e deitar em cima do celular, o que pode fazer com que ele superaqueça. 
  • Use celulares e carregadores originais: se for possível, sempre opte por comprar celulares originais e utilizar o carregador o acompanha. Além disso, caso precise comprar um carregador separado, também prefira um que seja original. Assim, você reduz o risco do seu celular receber uma voltagem incorreta. 
  • Deixe que o telefone esfrie: se o celular estiver quente enquanto é carregado, desconecte-o e deixe que ele resfrie para depois utilizá-lo. Também evite usá-lo por muito tempo em um ambiente muito quente. 

Esperamos que tenha gostado do conteúdo e que agora esteja mais claro quais são os riscos de uma bateria explodir e como você pode tentar reduzir esse problema!