Publicidade FENICS 2108 - RESERVE JÁ,JÁ, SEU STAND!  

PUBLICIDADE

COPASA - MONTES CLAROS
Inicio » Colunistas » Coluna – Paz na Copa e sempre

Coluna – Paz na Copa e sempre

A partir de quinta-feira, 12/6, chefes de Estado, imprensa mundial e mais de um bilhão de torcedores voltarão seus olhos para o Brasil. Após 64 anos, aliás, tempo de existência da brasileiríssima Legião da Boa Vontade (LBV), nosso país novamente sedia a Copa do Mundo.

Fazemos votos de que esta querida nação alcance a vitória almejada nos gramados e em todos os outros campos, no enfrentamento das batalhas diárias em prol da melhor qualidade de vida para os cidadãos.

Há 100 anos, durante a fatídica 1ª. Grande Guerra, o futebol ganhou significativo espaço para a Paz no Natal de 1914.
Há 100 anos, durante a fatídica 1ª. Grande Guerra, o futebol ganhou significativo espaço para a Paz no Natal de 1914.

Que o entusiasmo da torcida, dos jogadores, da comissão técnica, dos dirigentes de nossa Seleção, enfim, a vibração e a Fé também se multipliquem em ações pragmáticas no aprimoramento de todas as classes sociais. Contudo, entendemos que a violência jamais será metodologia eficiente para se conquistar qualquer objetivo, por mais justo que seja.

Há 100 anos, durante a fatídica 1ª. Grande Guerra, o futebol ganhou significativo espaço para a Paz no Natal de 1914. Oportuna trégua permitiu que uma partida fosse jogada entre inimigos à época. Esse episódio, ocorrido em Ypres, na Bélgica, expressa muita coisa! Embora tenha sido um fato isolado naquela ocasião, em que abundante sangue se derramava em nome da insensatez humana, ele nos demonstra que a Paz definitiva não é utopia. Depende de nós! Por isso, há décadas defendo: o esporte sempre será melhor que as sangrentas guerras, que deixam como herança viúvas e órfãos.

 

GOLS PELA INFÂNCIA BRASILEIRA

Com o apoio de destacados esportistas, a campanha da LBV “Fiz um gol pela infância brasileira!” é sucesso nacional. Ao participar, a pessoa leva para casa bela camisa autografada por ídolos do passado e do presente.

Quem recentemente aderiu a esse time da Solidariedade foi a nossa simpaticíssima Adriana Calcanhotto, cantora e compositora gaúcha de muito prestígio no país e no exterior. Falando ao jornalista Luiz Carlos Lourenço, ela comentou: “Os grandes astros do futebol brasileiro deixaram suas assinaturas aqui e isso mostra a credibilidade deste trabalho. A camisa traz ainda nas costas o número 10, que pertence ao Neymar. Também merece uma nota 10 esta campanha da Legião da Boa Vontade em favor da infância brasileira”.

Outras informações encontram-se no site  www.lbv.org/doe.

 

ESPIRITUALIDADE NAS NAÇÕES UNIDAS

A sede da ONU, em Nova York, sediará, em 12/6, quinta-feira, seminário organizado por um grupo de instituições ligadas ao Comitê de ONGs sobre Espiritualidade. A pauta contemplará “O Trabalho Espiritual das Nações Unidas: avançando em direção a uma transformação planetária de consciência”.

A Legião da Boa Vontade dos Estados Unidos foi convidada a expor sua experiência e visão no tópico “como indivíduos e grupos podem ajudar a catalisar o trabalho de transformação planetária”. Segundo a dra. Ida Urso, presidente da Aquarian Age Community, esse tema “é natural para a LBV, porque já é o trabalho que realiza há muito tempo”.

Que esse evento alcance seus propósitos, semeando a esperança ativa de dias mais felizes para os cidadãos!

 

José de Paiva Netto é jornalista, radialista e escritor.

paivanetto@lbv.org.br — www.boavontade.com

Leia Também

Atacante voltou a ficar devendo melhor atuação contra a Costa Rica, não rendeu o esperado e mostrou nervosismo com rivais e arbitragem

No sufoco, Neymar supera irritação, marca nos acréscimos, chora e leva o Brasil a vitória

* Por: Jornal Montes Claros - 22 de junho de 2018. No sufoco, Neymar supera …

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas. O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).