PUBLICIDADE



Fenics 2017
Inicio » Internacional » Europa » Europa – Navio resgata refugiados sírios na costa do Chipre

Europa – Navio resgata refugiados sírios na costa do Chipre


Reviewed by:
Rating:
5
On 25 de setembro de 2014
Last modified:25 de setembro de 2014

Summary:

Europa - Navio resgata refugiados sírios na costa do Chipre

Um navio de cruzeiro tentava resgatar centenas de pessoas presas a bordo de um pequeno barco perto do Chipre nesta quinta-feira (25). Autoridades afirmaram que eles são refugiados da Síria.

Companhia recebeu o pedido de busca e resgate de autoridades do Chipre para ajudar na operação de salvamento na manhã desta quinta-feira
Companhia recebeu o pedido de busca e resgate de autoridades do Chipre para ajudar na operação de salvamento na manhã desta quinta-feira

O diretor da Salamis Cruise Lines, Kikis Vasiliou, afirmou que um dos navios da companhia foi instruído a mudar de curso e resgatar cerca de 300 pessoas, a maioria mulheres e crianças. A companhia recebeu o pedido de busca e resgate de autoridades do Chipre para ajudar na operação de salvamento na manhã desta quinta-feira (25), no momento em que o navio voltava das Ilhas Gregas em direção ao Chipre.

Vasiliou informou que o navio com 230 tripulantes e capacidade para 800 passageiros é capaz de fornecer cobertores, tratamento médico e comida às pessoas resgatas durante o trajeto para o porto de Limassol, no Chipre.

O Ministério de Defesa do Chipre afirmou, em declaração, que o pequeno barco “provavelmente” saiu da Síria com “refugiados civis”. O barco está a cerca de 92 quilômetros da cidade de Pafos, na costa sudoeste do país.

De acordo com o Ministério, o barco acionou a chamada de emergência devido a “más condições climáticas” na área. A pasta informou que será oferecido abrigo às pessoas resgatadas quando elas chegarem ao país.

Milhares de migrantes que deixam conflitos no Oriente Médio e no norte da África tentam cruzar o Mar Mediterrâneo em barcos precários na busca por abrigos seguros na Europa. Centenas deles morreram no mar.


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaços abaixo são destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e e-mail valido).