Últimas Notícias

Futebol – Jovem de 16 anos é morto após briga de torcidas no RS

O “Clássico do Vale”, entre Novo Hamburgo e Aimoré, teve uma tragédia lamentável, neste domingo. Após o jogo, que terminou 2 a 2, pelo Campeonato Gaúcho, um torcedor de apenas 16 anos foi baleado e morto fora do estádio. Maicon Doglas de Lima, torcedor do Novo Hamburgo, estava envolvido em uma briga com torcedores dos dois times e também a polícia.

Maicon era torcedor do Novo Hamburgo e tinha apenas 16 anos Foto: Facebook / Reprodução
Maicon era torcedor do Novo Hamburgo e tinha apenas 16 anos
Foto: Facebook / Reprodução

Maicon não morreu após o tiro. Ele foi levado ao Hospital Centenário de São Leopoldo, mas não resistiu posteriormente. Ainda não há confirmação de onde saiu o tiro que matou Maicon, mas policiais confirmaram que houve uso de armas de fogo para controlar as torcidas organizadas.

O Novo Hamburgo já se manifestou sobre a tragédia e divulgou uma nota de pesar. O clube destacou que fez ações contra a violência no estádio, como a entrada das mascotes dos times com uma faixa pedindo paz para todos. Veja a nota do Novo Hamburgo:

É com pesar que o Esporte Clube Novo Hamburgo lamenta a morte do jovem torcedor anilado, Maicon Doglas de Lima, de 16 anos, ocorrida na noite deste domingo, dia 1º, em uma briga entre torcidas, após o Clássico do Vale, entre Novo Hamburgo e Aimoré.

A direção anilada salienta que sempre busca tomar as medidas de segurança necessárias para proteção das torcidas e busca fazer ações para promover a paz dentro e fora do estádio. No clássico deste domingo, os mascotes Pé Quente do Noia e o Índio do Aimoré entraram em campo segurando uma faixa com a frase: “Cada um por seu time, e todos pela paz!”. Além disso, antes da partida, torcedores dos dois clubes confraternizaram e tiraram fotos em frente ao Estádio do Vale e deram uma demonstração de paz.

O ECNH reafirma sua posição de repúdio à violência no futebol e, mais uma vez, pede PAZ.