NordVPN - A melhor oferta de VPN

Vaga no Bolso

Inicio » Internacional » África » África – Exército da Nigéria liberta 338 reféns do grupo islâmico Boko Haram

África – Exército da Nigéria liberta 338 reféns do grupo islâmico Boko Haram

Tropas nigerianas resgataram 338 pessoas, sobretudo mulheres e crianças, detidas pelo grupo radical islâmico Boko Haram, em um esconderijo na região da floresta de Sambisa, no Nordeste da Nigéria, informou nesta quarta-feira (28) o Exército em comunicado.

Além de resgatar 338 pessoas, tropas mataram 30 jihadistas e apreenderam armas e munições que se encontravam num esconderijo
Além de resgatar 338 pessoas, tropas mataram 30 jihadistas e apreenderam armas e munições que se encontravam num esconderijo

“A unidade resgatou 338 pessoas que eram reféns dos terroristas”, diz a nota adiantando que a operação militar ocorreu na terça-feira (27) e que 192 dos sobreviventes são crianças e 138 mulheres.

O ataque do Exército teve como alvo “supostos campos terroristas do Boko Haram nas localidades de Bulajilin e Manawashe” nos arredores da floresta de Sambisa.
As tropas mataram 30 jihadistas e apreenderam armas e munições que se encontravam num esconderijo, adianta o comunicado.
O Exército da Nigéria tem reivindicado nos últimos meses várias vitórias contra o Boko Haram, cuja revolta desde 2009 já causou a morte de pelo menos 17 mil pessoas e obrigou mais de 2,5 milhões a abandonar suas casas.
Os fundamentalistas pretendem criar um estado islâmico no norte da Nigéria, maioritariamente muçulmano, ao contrário do sul, de maioria cristã.
Da Agência Brasil
.

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não ás pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *