Casa das Apostas Online Betway

Últimas Notícias

Curso Instalador Energia Solar

MG – Cemig leva energia elétrica à área rural de todos os territórios de desenvolvimento

Obras iniciadas em abril têm investimento superior a R$ 1,4 bilhão e beneficiarão 200  mil moradores em 774 municípios.

MG - Cemig leva energia elétrica à área rural de todos os territórios de desenvolvimento
MG – Cemig leva energia elétrica à área rural de todos os territórios de desenvolvimento

A Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) vai instalar energia elétrica para mais de 50 mil propriedades rurais espalhadas pelo estado até o final de 2018, beneficiando cerca de 200 mil moradores em todas as 774 cidades administradas da empresa no estado.

O investimento total previsto é superior a R$ 1,4 bilhão e as obras já estão em andamento. Cerca de 60% dos beneficiados correspondem ao déficit de mais de 30 mil ligações que está acumulado desde 2010.

As ações fazem parte do Plano de Universalização da Eletrificação Rural, que neste ano vai concluir 35% das 30 mil ligações em atraso beneficiando 279 municípios.

Nesta  primeira etapa da execução do programa serão instalados cerca de 15 mil quilômetros de rede de distribuição (quase meia volta ao redor da Terra)  e mais de 40 mil transformadores, assim como milhares de postes. A meta, ainda, é concluir os serviços em outros 387 municípios até dezembro de 2018.

O diretor de Distribuição e Comercialização da Cemig, Ricardo José Charbel, reforça o compromisso com a universalização do serviço “ A Cemig defende junto aos seus acionistas a importância de investimentos na expansão das redes de energia elétrica que inclua o campo”.

De acordo com o presidente da concessionária, Mauro Borges Lemos, os maiores déficits estão nos territórios Norte de Minas, Médio, Baixo e Alto Jequitinhonha, porém a Cemig está dialogando com os prefeitos de todo o estado para priorizar as demandas mais urgentes de cada município. “Como herdamos diversas obras da gestão anterior, temos que nos apressar, caso contrário a execução em dia dos novos projetos que entrarem em nossa carteira também será prejudicada”, ponderou.

Aviso


  • ***Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.

  • ***Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *