Casa das Apostas Online Betway

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

Eleições 2016 – TRE mantém indeferimento da chapa de Ruy Muniz

Eleições 2016 – TRE mantém indeferimento da chapa de Ruy Muniz

O prefeito vai recorrer a sentença para manter sua candidatura à reeleição, inclusive no que diz respeito à presença na urna eletrônica.

Eleições 2016 - TRE mantém indeferimento da chapa de Ruy Muniz
Eleições 2016 – TRE mantém indeferimento da chapa de Ruy Muniz

O TRE mineiro manteve, nesta quarta-feira (28/09/2016), por unanimidade, a decisão do juiz eleitoral de Montes Claros que indeferiu a chapa do prefeito Ruy Muniz para concorrer à reeleição pela Coligação Competência Para Fazer Mais.

O indeferimento foi motivado pela renúncia do seu candidato a vice, Danilo Narciso, ocorrida em 16 de setembro de 2016, quando não era mais possível a sua substituição, segundo as mudanças ocorridas na legislação eleitoral.

O relator do recurso, juiz Carlos Roberto de Carvalho, manteve o indeferimento da chapa diante da impossibilidade de substituição do candidato a vice-prefeito em razão do prazo, pois a legislação eleitoral (art. 13, § 3º, da Lei nº 9.504/1997) só permite que seja feita até 20 dias antes do pleito (nessas eleições, dia 12 de setembro). A única exceção legal para se permitir a substituição do candidato fora do prazo é no caso de falecimento, não se podendo estender os efeitos dessa exceção para a hipótese de renúncia. E concluiu: “considerando que a chapa é única e verificada a impossibilidade de se concorrer sem vice, deve ser mantido o indeferimento da chapa.”

A defesa de Ruy Muniz sustentou que a regra para a substituição prevista na lei eleitoral não pode ser absoluta, devendo ser examinada caso a caso. Ademais, um ato unilateral do vice não poderia prejudicar a candidatura do prefeito e da coligação, que se encontram aptos a participar das eleições.

A decisão proferida pelo TRE-MG pode, ainda, ser objeto de recurso, no prazo de três dias.

Leia na integra a nota do advogado sobre o indeferimento da chapa:

“O prefeito municipal Ruy Muniz informa que irá recorrer da decisão proferida pelo TRE/MG, o que é suficiente para manter sua candidatura à reeleição, inclusive no que diz respeito à presença na urna eletrônica.

É inadmissível que a renúncia do candidato a vice-prefeito prejudique a candidatura regularmente registrada, impossibilitando a legítima opção dos eleitores de Montes Claros.

Ruy Muniz confia que as instâncias superiores irão reformar a decisão e reconhecer a possibilidade de substituição.”

José Sad Júnior / Advogado

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Um comentário

  1. Esses políticos de Montes Claros são os piores do Brasil corruptos, fugitivo e preço se não fosse trágico para a população seria uma piada e aparentemente todo povo apoia esses caras. Mas antes de votar pense na educação, saúde e segurança, mas não esqueça o principal isso só atinge os mais pobres. Para quem não acredita o que a corrupção faz faça uma visita nos hospitais, posto de saúde e obras de suma importância não acabada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *