NordVPN 75% OFF
Inicio » Colunistas » Hesiodo José » Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

“Se tem coisa que não presta é o tal do eleitor” (Dicró)

Seu nome é Fernandino  Ives  Pereira  Caminhas. Mas, se você é mineiro de São João do Boquiá, certamente o conhece por outro nome: Pocotó. Ele ficou inelegível por longos oito anos por conta das ambulâncias, dos alimentos e das festas que oferecia aos eleitores de Japonvá, na região biscoiteira do Norte de Minas Gerais, em troca de apoio político. Mas nada disso foi suficiente, no entanto, para que deixasse de receber 3.210 votos na eleição de 2016, sabe que será  Impedido pela Justiça eleitoral de tomar posse mas garante que vai ao Tribunal Superior Eleitoral reverter a decisão, limpando sua barra no apagar das luzes. “É nois mano, nois é jeca mais é jóia!” (Disse o deputado concluindo a fala).

“Quero que esses filhas da puta que vieram me pedir lona preta e botijão de gaz, tomem todos no meio do cú! Trairas desgraçados, olhe para essa porra dessa votação, 134 votos pra quem precisava de 3000 mil!” (Dezinho de Tia Lí – REDE – Porteirinha –MG)

Putaria na Camara dos Deputados

As fotos circulam em diversos grupos  de WhatsApp. Mostram uma garota de programa em serviço no Congresso Nacional. Com o adesivo de visitante da Casa, uma mulher aparece na porta de entrada das comissões e dentro do banheiro masculino. Nas imagens, ela também faz poses e sexo oral com um homem não identificado usando um terno escuro. Para a Coluna do Hesiodo José  que fez a denúncia e conseguiu o telefone da mulher, ela confirmou que é garota de programa. A moça ainda contou que o cachê chega a R$ 1 mil, dependendo do local do atendimento e do tempo que passará com o cliente. As fotos foram tiradas entre fevereiro e março deste ano. O site procurou a assessoria de comunicação da Câmara, que informou que o Departamento de Polícia Legislativa (Depol) foi acionado e que as informações estão sendo analisadas, e que um careca gordo que aparece repetidas vezes terá seu nome preservado por ter foro privilegiado, porém os outros que já são envolvidos na Operação Lavajato estão fodidos. Como as imagens não deixam dúvidas, o Congresso Nacional virou literalmente um bordel.

Meu primeiro Discurso

Eleito pela Primeira o  vereador Valdo da Pipoca  resolveu utilizar seu tempo numa  tribuna de rua  de Itabaiana, em Sergipe, para agradecer os votos recebidos e  discursar sobre os “tipos de peidos” dos políticos. Isso mesmo que você leu: os tipos de peidos. O discurso aconteceu um dia depois das eleições 03 de outubro.  Entre as “pérolas” do stand up comedy do nobre vereador, estão frases como: “Aí vai aquele peido calado, peido sonso, aí o vereador cheira todo” ou ainda “Aí já sobra para os eleitores que estão acompanhando. Aí puuum, é o peidinho sonso. Esse fede mais que veneno, isso mata”. Segundo uma assessora do vereador a Professora Katiana, Valdo ainda vive o efeito da vitória, era o terceiro dia que estava bebendo sem parar e sem dormir, “só peidando!” completou a mulher de 43 anos ex-pastora evangélica e garota de programa.

“Por Deus do céu, nunca mais eu candidato a porra nenhuma!” (Candidato a prefeito de Montes Claros derrotado nas urnas).

Riso da Hora

O padre recém chegado a Paroquia de um Vilarejo está sentado a porta admirando a tranquilidade do lugar, Quando passa uma menina guiando uma égua, pergunta o Padre: – Oi filha, para onde vais levar este lindo animal? Ela responde de imediato, – É uma animala seu Padre! O padre sorri sem graça e volta a falar: – Ah ta, então aonde você vai passear com esta animala? – Vou levar pra cruzar com o cavalo do seu Agenor! O padre levantou-se da cadeira fez o sinal da cruz e falou grosso: – Será que o seu pai não poderia ele mesmo fazer isso filha?! A menina que já ia passos adiante parou para responder:  – Uai seu Padre, entonce o senhor tem que falar pra minha mãe, da ultima vez que meu pai  fez  na Cabrita minha ela  deu uma panelada na cabeça dele!

Fica assim, amanhã tem mais…
Por Hesiodo José

Hesiodo José
Hesiodo José

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *