Casa das Apostas Online Betway

Últimas Notícias

Curso Instalador Energia Solar

Europa – Morte de jovem na Islândia assusta um dos países mais seguros do mundo

Europa – Morte de jovem na Islândia assusta um dos países mais seguros do mundo

A taxa mais alta de homicídios da Islândia foi de 1,8 por ano.
A jovem Birna Brjansdottir, vendedora de uma loja de roupas, estava desaparecida há oito dias. Foto: Reprodução
A jovem Birna Brjansdottir, vendedora de uma loja de roupas, estava desaparecida há oito dias. Foto: Reprodução

A descoberta de um corpo de uma mulher de 20 anos em uma praia da Islândia chocou a população europeia nesta segunda-feira. O país é conhecido como um dos mais seguros do mundo, com uma média de 1,8 assassinatos registrados ao ano. A jovem Birna Brjansdottir, vendedora de uma loja de roupas, estava desaparecida há oito dias. Contudo, as autoridades ainda não sabem se foi homicídio ou não.

Em 14 de janeiro, a jovem foi vista pela última vez bebendo em bares da zona portuária de Reykjavík. Câmeras de segurança flagraram Birna cambaleando pelas ruas e entrando em um estabelecimento para comprar um sanduíche. Cerca de 725 voluntários procuraram pela mulher na capital do país, mas só encontraram o corpo em uma praia ao sul da cidade. A polícia acredita que tenha sido assassinato e dois suspeitos foram detidos. Foi a maior operação de busca e resgate na história do país, informou a imprensa local.
De acordo com o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (UNODC), entre os anos de 1999 e 2009, a taxa mais alta de homicídios na Islândia foi de 1,8 por 100 mil habitantes. A maioria dos agentes de segurança do país não anda nas ruas armada. A primeira vez que um policial matou um suspeito foi em 2013, durante um tiroteio. Em alguns anos como 2003, 2006 e 2006, nenhum caso de homicídio foi registrado.

Aviso


  • ***Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.

  • ***Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *