Matrículas Aberta - Escola Adventista

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

Inicio » Últimas » Vôlei – Montes Claros vôlei perde no tie-break e volta atenção para Sul-Americano

Vôlei – Montes Claros vôlei perde no tie-break e volta atenção para Sul-Americano

Vôlei – Montes Claros vôlei perde no tie-break e volta atenção para Sul-Americano

O Montes Claros Vôlei viajou para Campinas, no interior do estado paulista, onde enfrentou na noite deste sábado (18/02/2017), no Ginásio do Taquaral, a equipe do Brasil Kirin e perdeu por 3 sets a 2, com parciais de 25 x 18; 22 x 25; 16 x 25; 25 x 21 e 15 x09. O jogo teve a transmissão do canal SporTV.

Vôlei - Montes Claros vôlei perde no tie-break e volta atenção para Sul-Americano
Vôlei – Montes Claros vôlei perde no tie-break e volta atenção para Sul-Americano

 

A partida foi válida pela 7ª rodada do returno de classificação. No primeiro turno, as duas equipes se enfrentaram no Ginásio Poliesportivo Tancredo Neves, em Montes Claros e o Pequi Atômico levou a melhor vencendo por 3 x1, com parciais de 21 x 25; 25 x 17; 25 x 18 e 25 x 22, em 1h53min de partida.

O time norte-mineiro continua no G5, agora com 32 pontos conquistados em 18 partidas, sendo 10 vitórias e 08 derrotas. Com a vitória, Campinas chegou aos 40 pontos, também em 18 partidas, com 14 vitórias e 04 derrotas.

O próximo desafio do Montes Claros é no dia 02 de março, contra o líder Cruzeiro em Contagem. Antes, porém, as duas equipes disputam o Sul-Americano que acontecerá entre os dias 21 e 25 deste mês, em Montes Claros. A competição ainda terá a participação de outras cinco equipes da América do Sul.

As outras equipes são UPCN e Bolivar, ambos da Argentina, UNILEVER do Peru, Bohemios do Uruguai e San Martin da Bolívia. O vencedor garante vaga para representar o continente americano no mundial de clubes de vôlei que ocorrerá em dezembro deste ano na Polônia.

O jogo

Montes Claros começou o primeiro set forçando bastante no saque, o que levou a abrir uma vantagem sobre os adversários. Mostrando bastante consistência, os comandados do técnico Marcelinho Ramos souberam aproveitar as falhas dos jogadores de Campinas e fecharam o set em 25 x 18.

No segundo set, os donos da casa, voltaram mais atentos e abriram grande vantagem no placar. Montes Claros foi em busca da diferença, chegou a controlar o set, mas voltou a errar nas finalizações. E quando encostou novamente, dois erros da arbitragem atrapalharam o desempenho do time e os adversários aproveitaram para fechar a parcial em 25 a 22.

No terceiro set, a atuação do time Campineiro foi igual ao segundo set, abrindo vantagem no placar e Montes Claros correndo atrás do prejuízo. O técnico chegou a trocar o levantador, substituindo Murilo por índio, e Bob substituído por Alê.  Nos tempos solicitados por Montes Claros, o técnico pediu mais atenção dos jogadores nos detalhes que fizeram a diferença do set. Mas, não teve jeito, e Campinas errou menos e fechou o set em 25 a 16.

O quarto set foi decisivo para o Pequi Atômico que buscava se reencontrar na partida depois de um primeiro set quase irretocável. Os saques voltaram a ser agressivos, buscando sempre desestabilizar a recepção dos campineiros. Montes Claros voltou com a sua formação titular com os jogadores Maurício e Bob voltando do banco para a partida que foi disputada ponto a ponto até o final. E Montes Claros foi superior e levou o set em 25 x 21, levando  jogo para o tie-break.

O quinto e decisivo set foi bastante disputado. Campinas abriu vantagem o que obrigou Marcelinho Ramos a pedir tempo e botar ordem na casa. Voltaram o sexteto titular no jogo e a arbitragem, novamente, volta a prejudicar o time norte-mineiro em lances polêmicos, desestabilizaram Montes Claros. Campinas abriu larga vantagem no set e mesmo com as mudanças feitas pelo técnico Marcelinho não foram suficientes e os donos da casa fecharam a partida em 15 a 09.

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *