Casa das Apostas Online Betway

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

Inicio » Minas Gerais » MG – Belo Horizonte confirma 1ª morte por febre amarela e óbitos chegam a 91 em Minas Gerais

MG – Belo Horizonte confirma 1ª morte por febre amarela e óbitos chegam a 91 em Minas Gerais

MG – Belo Horizonte confirma 1ª morte por febre amarela e óbitos chegam a 91 em Minas Gerais

O temor de que a febre amarela se alastrasse por Minas Gerais e chegasse na Região Metropolitana de Belo Horizonte se confirmou.

MG - Belo Horizonte confirma 1ª morte por febre amarela e óbitos chegam a 91 em Minas Gerais
MG – Belo Horizonte confirma 1ª morte por febre amarela e óbitos chegam a 91 em Minas Gerais

 

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) informou, nesta sexta-feira (24/02/2017), que uma pessoa morreu em Esmeraldas em decorrência da doença. Este foi o primeiro e até então único caso notificado da enfermidade na Grande BH.

O órgão, porém, não soube precisar se a vítima, que não teve o sexo divulgado, contraiu a doença no município, que fica a 57 quilômetros da capital mineira, ou no interior do Estado. Até então, os óbitos de febre amarela estavam concentrados nas regiões dos vales do Mucuri, Rio Doce, além do Sul e Norte de Minas.

Além desta morte, outras 90 já foram confirmadas desde o início do ano em Minas. O número, porém, pode ser ainda maior e assustador, uma vez que 178 óbitos suspeitos estão sendo investigados pelos órgãos de saúde.

O balanço divulgado pela SES revela, ainda, que 251 casos da doença foram registrados nos últimos 55 dias. Neste período, 1.048 casos foram notificados, 57 descartados e 740 permanecem sendo apurados.

Este já é considerado o pior surto de febre amarela que o Estado enfrenta. No total, 46 cidades mineiras tiveram confirmações da doença. A situação mais crítica é registrada em Ladainha, com 29 contaminados por febre amarela, sendo que 14 evoluíram para o óbito. O levantamento mostra que a doença fez mais vítimas do sexo masculino (88%).

Primatas infectados

O número de macacos mortos pela febre amarela também subiu e, segundo a SES, já chega a 75 em todo o Estado. A Grande BH teve, até o momento, três óbitos e 12 casos em que a doença pode ter matado os primatas estão sendo investigados. No Estado, este número salta para 79.

A febre amarela é comum em macacos, que são os principais hospedeiros do vírus. A doença, contudo, só é transmitida para o ser humano se o primata doente for picado pelos mosquitosHaemagogus e Sabethes e este inseto picar o homem.

Imunização

Para tentar conter o avanço da doença em Minas, quase 6 milhões de doses de vacina já foram distribuídas pelo governo para atender as áreas com maior risco de contágio. Deste montante, 3.435 milhões já foram aplicadas.

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *