Últimas Notícias

MG – Minas Gerais registra nova alta de casos de Chikungunya; são mais de 11 mil em 4 meses

MG – Minas Gerais registra nova alta de casos de Chikungunya; são mais de 11 mil em 4 meses

MG - Minas Gerais registra nova alta de casos de Chikungunya; são mais de 11 mil em 4 meses
MG – Minas Gerais registra nova alta de casos de Chikungunya; são mais de 11 mil em 4 meses

 

O número de casos prováveis de Febre Chikungunya em Minas Gerais passou de 9.986 para 11.696 em uma semana, o que equivale a 1.710 casos a mais. 

Onze pessoas morreram este ano de acordo com boletim divulgado nesta terça-feira (2) pela Secretaria de Estado de Saúde.

Na última semana, a SES/MG já havia decretado situação de risco em Minas por causa do aumento de mais de 3.200% nos quatro primeiros meses de 2017em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram registrados 289 casos.

De acordo com a Secretaria, os primeiros registros da doença no estado ocorreram em 2014, sendo todos importados, perfil semelhante nos anos de 2014 e 2015, apresentando um discreto aumento de número de casos prováveis de chikungunya nos meses de outubro a dezembro.

Em 2016, foram confirmados casos com transmissão dentro de Minas Gerais. E atualmente já são 74 municípios com registro de casos prováveis, sendo nove com alta incidência da doença.

Dengue e Zika

Minas Gerais registrou em 2017, 21.981 casos prováveis de dengue. Desses, um veio a óbito e outros dezoito seguem em investigação. Quanto ao Zika Vírus, foram registrados 594 casos prováveis da doença.

Uma forma de medir o avanço do mosquito Aedes aegypti, que transmite as doenças, é o mapeamento feito por meio do Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa).  O método permite a identificação dos criadouros predominantes e a situação de infestação do município.

Índices até 1% indicam condições satisfatórias, entre 1% e 3,9%, situação de alerta e índices superiores a 4%, risco de surto.

Atualmente, 29 municípios estão em situação de risco para ocorrência de surto e 78 estão em situação de alerta.