Casa das Apostas Online Betway

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

Inicio » Colunistas » Hesiodo José » Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Inutilidades Públicas

Frase do dia:

“Bebo porque é liquido, se fosse sólido eu comeria!” (Um bêbado da Vila Guilhermina em Montes Claros, falando sobre sua relação com a pinga)

Miranda  não desiste

Miranda é o cara que desafia o dono do Imperio IURD e da TV Record. Diz que Macedo usou dinheiro do Narcotrafico, é maníaco sexual e outras coisas mais. Viajamos durante duas semanas para encontrar o Miranda que não é a Thammy nem a Sula. Tomamos primeiro umas pingas, depois dois ônibus, depois quatro cervejas, depois uma Van clandestina, depois mais pingas, depois um moto-taxi e por ultimo poeira na cara de  horas a pé, mas encontramos e com exclusividade a entrevista na integra.

Hesiodo José: Eis que estamos diante do  homem corajoso, o cara que todos os jornais do Brasil e do Mundo tentaram entrevistar, mas  por ser fã da nossa coluna nos deu a honra desta entrevista exclusiva. Miranda quem é você?

Miranda: Carlos Braulios  de Miranda , nasci num lar caótico, fui praticante da religião católica, a ponto de me tornar coroinha e ajudar em todas as missas  denominadas 69, fui vitima dos padres tarados que comiam e davam para os meninos antes e depois das missas de domingo.

Hesiodo José: Como conheceu Edi Macedo?

Miranda:  Fui levado conhecer a Igreja Redenção  na época  Edir Macedo era apenas o obreiro do R.R Soares todo poderoso do templo e logo adiante numa jogada política, conseguiu passar a perna no missionário e assumiu o movimento, que nesse momento já havia sido trocado o nome para Universal!

Hesiodo José: Meu Deus fale um pouco mais sobre ele!

Miranda:  Edir Macedo  era meu ídolo, eu o imitava fielmente, tornei-me pastor como ele  e o resultado foi espetacular, me tornei uma maquina de arrecadar dinheiro. Em um ano fui mandado para o Nordeste para liderar o estado de Pernambuco. Na época em todo nordeste só existia a IURD em Recife com três pequenos templos. Vendo o sucesso que eu fazia em conseguir atrair multidões, logo fui colocado como bispo do Norte e Nordeste. Ingloriamente o confesso, acabei abrindo cerca de 108 templos e fechando vários cinemas e escolas  em toda região.

Hesiodo José: Porra velho, fechar cinemas e escolas, me desculpe, mas isso é filha da putagem!

Miranda: Seguinte é esse Hesiodo, você está no meu mocó, eu estou de dando uma exclusiva e vem com porra de “mimimi” vá se fuder e suma daqui, antes que eu peço alguém para trazer uma metranca e deixar embaixo do pé de caju!

Hesiodo José: Por favor, não faça isso! Desculpe, vamos seguir!

Miranda: Perai que eu vou mijar e volto!

 

·         Nota da redação, Por temer pela sua vida este jornalista não teve coragem para esperar o ex-pastor, no lugar havia grilos cantando, sapos coachando e  um esqueleto humano sobre uma cadeira em um canto da parede. O jornalista Hesiodo José na sua própria pessoa que escreve deixa ciente todos os leitores que saltara do segundo andar sobre um matagal escuro, onde por um quilômetro andara seguindo o barulho do trem de carga.

Mensagem subliminar da rede Record: “ Moises, Moises, Moises, Mois és, Mois és, vocês que estão assistindo, “MOIS ÉS!”

Riso da Hora

 
Um garoto com aquele jeitinho de bicha chega para mãe e diz;

– Mãe o pinto de joãozinho parece um amendoim.

– Por que meu filho? é pequenininho é?!

– Não mãe é que é bem salgadinho.

Fica assim, amanhã tem mais…

 

Hesiodo José
Hesiodo José

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *