Inicio » Internacional » Europa » Suposto criador do Baleia Azul recebe cartas de amor em prisão, diz imprensa britânica

Suposto criador do Baleia Azul recebe cartas de amor em prisão, diz imprensa britânica

Suposto criador do Baleia Azul recebe cartas de amor em prisão, diz imprensa britânica

Suspeito de ser um dos criadores do jogo Baleia Azul, o russo Philipp Budeikin, de 21 anos, estaria preso na prisão de São Petesburgo, afirmam os portais britânicos Daily Mail e Metro.

Philipp Budeikin seria o criador do 'Baleia Azul'
Philipp Budeikin seria o criador do ‘Baleia Azul’

 

De acordo com esses jornais, o rapaz está sendo acusado de incitar o suicídio de pelo menos 16 estudantes.

Segundo a impresa britânica, o jovem teria confessado os crimes e dito que suas vítimas são apenas “desperdício biológico” e estavam “felizes de morrer”. Disse ainda que estaria “limpando a sociedade”.

Outra notícia é de que Budeikin estaria recebendo cartas de amor de adolescentes russas e a polícia local não pode impedir a troca de correspondência entre preso e admiradores.

“Eles estavam morrendo felizes. Eu estava dando a eles o que eles não tinham na vida real: calor, compreensão, conexões”, teria dito o suposto criador do jogo. “Há pessoas e há desperdício biológico. Aqueles que não representam qualquer valor para a sociedade. Quem causa ou causará somente dano à sociedade. Eu estava limpando a nossa sociedade de tais pessoas”, seria outra frase do rapaz.

Não há confirmação de que Budeikin tenha realmente sido o criador do macabro jogo. Desde que seu nome começou a circular na internet, vários boatos têm sido replicados nas redes sociais. Na semana passada, uma notícia falsa de que ele estaria sendo espancado em uma prisão russa circulou pela internet.

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaços abaixo são destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e e-mail valido).