PUBLICIDADE

JUNTOS VAMOS A ECONOMIZAR 30% DE ÁGUA - COPASA Coluna do Vasco Vasconcelos - Hino da Corrupção: Reaja Brasil (Passando a Limpo) | Jornal Montes Claros

PUBLICIDADE

FADECIT - Fundação de Apoio e Desenvolvimento da Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais

Inicio » Últimas » Coluna do Vasco Vasconcelos – Hino da Corrupção: Reaja Brasil (Passando a Limpo)

Coluna do Vasco Vasconcelos – Hino da Corrupção: Reaja Brasil (Passando a Limpo)


Reviewed by:
Rating:
5
On 19 de maio de 2017
Last modified:19 de maio de 2017

Summary:

Coluna do Vasco Vasconcelos - Hino da Corrupção: Reaja Brasil (Passando a Limpo)

Coluna do Vasco Vasconcelos – Hino da Corrupção: Reaja Brasil (Passando a Limpo)

Saudades dos Festivais da Música Popular Brasileira- MPB. Diante da realidade brasileira, o estágio  de putrefação em que se encontra o nosso Brasil  que figura na lista das nações mais corruptas do planeta e inspirado nos versos da música:  Pra não dizer que não falei das flores, de autoria do cantor e compositor Geraldo Vandré, compus a música REAJA BRASIL. Eis aqui a íntegra da letra dessa linda canção de protesto que as rádios  e tevês não tocam.   

HINO DA CORRUPÇÃO: REAJA BRASIL

(Passando a limpo)

Parte narrada :

A história tem nos revelado que os maiores impérios e as grandes civilizações desmoronaram-se,  a partir do instante em que os bons costumes, o caráter, a moral, a ética, o decoro e a decência,  deram lugar à permissividade dos costumes, à impunidade, ao cinismo, ao deboche, à libertinagem, à institucionalização indecorosa de novos padrões comportamentais, enfim, à corrupção generalizada nos poderes da nação.

É triste revelar que o meu Brasil, antes mesmo de se transformar  numa grande potência, está se dissolvendo no lamaçal da corrupção, com tantos bandidos públicos impunes. Ainda há tempo de a sociedade, a exemplo de outrora, acordar, levantar o traseiro, sair às ruas, e exigir dos governantes mais seriedade no trato da coisa pública, porque o povo não agüenta mais conviver com o pântano fétido da corrupção que nos envergonha perante o mundo. Reaja, Brasil!

Parte cantada

O que de fato está acontecendo com você Brasil

Com vasta área territorial

E este lindo litoral

Com tantas terras férteis

E riquezas naturais

Com tanta arrecadação

Tungada dos bolsos e dos sacrifícios dos nossos irmãos

Com tudo isso

O que justifica

Reforma da Previdência

A entrega das estatais

Aumento do desemprego

Para o desespero dos brasileiros

A incúria com nossas crianças e idosos

Falta de seriedade no trato da coisa pública

A elisão da sonegação

Privatizações nocivas

Estupro da Constituição

Tantas mazelas

Tantas arbitrariedades

Mensalão, selo, vampiros, lava-jato

País prostrado

Tão vilipendiado

Pela elite salafrária

Já estamos estomagados com a roubalheira e o desemprego

Por isso apelo aos patriotas/

Caras Pintadas!

Vem reaja à lama da corrupção

Que se alastra

Nos poderes da nação

Vamos expurgar

Essas plévias do Planalto

Que a cada instante

Nos surpreende com assalto

Com mais tributos

Prorrogação da CPMF

Para nutrir

Campanhas desses cafajestes

Oh meu Brasil

De encantos mil

De um povo heróico e trabalhador

Vê que se indigna

Das falcatruas

Das nulidades

E das desigualdades

Vê que reaja

Da roubalheira

Por mais respeito por nossa Bandeira

Vamos ostentar nossa brasilidade

E reagir contra a impunidade

E dar um basta nesse labirinto

Para passar nosso Brasil a limpo.

Por Vasco Vasconcelos, analista, escritor, jurista e agora compositor.

Vasco Vasconcelos
Vasco Vasconcelos


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaços abaixo são destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e e-mail valido).



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *