Inicio » Montes Claros » Gringos do Montes Claros Vôlei aprovam passeio para conhecer cultura do Norte de Minas

Gringos do Montes Claros Vôlei aprovam passeio para conhecer cultura do Norte de Minas


Reviewed by:
Rating:
5
On 10 de agosto de 2017
Last modified:10 de agosto de 2017

Summary:

Gringos do Montes Claros Vôlei aprovam passeio para conhecer cultura do Norte de Minas

Gringos do Montes Claros Vôlei aprovam passeio para conhecer cultura do Norte de Minas

Os atletas estrangeiros do Montes Claros Vôlei, Lisandro Zanotti e Isbel Mesa, acompanhados do supervisor da equipe Aderson Júnior e da equipe de Jornalismo da Inter TV Grande Minas conheceram de perto um pouco sobre a Cultura regional norte-mineira, bem como a sua gastronomia em um passeio pelo Mercado Central e depois o Corredor Cultural.

Zanotti e Mesa provaram sabores e temperos no tradicionais Mercado Central da cidade
Zanotti e Mesa provaram sabores e temperos no tradicionais Mercado Central da cidade

O lazer começou pelo Mercado Municipal Christo Raeff (Cristo Verdureiro) onde os gringos puderam conhecer um pouco mais sobre os sabores, aromas e fazeres de um povo sertanejo que tem na gastronomia e cultura fortes traços de um passado dos tempos dos tropeiros e desbravadores da nossa região.

Mesa e Lisandro conheceram de perto temperos, frutos, ervas, doces e o famoso pequi em conserva. Os jogadores conversaram com os comerciantes e aprenderam um pouco sobre o fruto característico de sabor forte e marcante da região do cerrado.

Em seguida, experimentaram duas formas de rapadura, sendo uma mais dura e outra mais pastosa. Mesa explicou que em a rapadura também é presente na culinária do teu povo e vem desde o tempo dos espanhóis. Já Lisandro, não conhecia a rapadura que é um doce de origem açoriana ou canária, com sabor e composição semelhantes ao açúcar mascavo. “Achei muito doce. Percebe-se que tem alto teor de açúcar”, disse o argentino.

Depois dessa experiência, os dois atletas resolveram tomar um café e um suco acompanhados de pão de queijo e requeijão. “Gosto muito de requeijão. Lá em Cuba também tem, mas é um pouco diferente deste daqui. Mesmo assim, muito gostoso. E o pão de queijo, então, bem característico de Minas. É bom demais”, disse Mesa que não toma café e se deliciou com um suco natural de manga.

Lisandro disse que conhece requeijão, mas pastoso. E quanto ao pão de queijo, foi a primeira vez que provou. “Gostei demais. Sabores bem característicos e muito bom”, disse.

Passada a visita pelo Mercado Central, o central Mesa e o ponteiro Lisandro foram para o Corredor Cultural Padre Dudu. Lá, puderam conhecer um pouco sobre a arquitetura colonial do centro histórico de Montes Claros.

Na visita pelo Museu Regional da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), sob o acompanhamento de guia, conheceram um pouco sobre o Cerrado, sobre a colonização da região, o home pré-histórico e a cultural regional do povo norte-mineiro.

“Estou feliz com o passeio, pois percebi aqui muitas características semelhantes com Cuba e isso de certa forma me deixa um pouco mais a vontade, pois temos muitas coisas parecidas como, por exemplo, a forma que fomos colonizados séculos atrás”, explicou.

O argentino Zanotti explicou que para ele, como primeira experiência defendendo uma equipe fora da Argentina tudo foi novidade. “Estou feliz com o passeio e ao mesmo tempo surpreso com a história de colonização desta região. Fico feliz em poder aprender um pouco mais sobre a cultura do povo norte-mineiro”, finalizou.

Em seguida, os jogadores foram para o Ginásio Poliesportivo Tancredo Neves para mais um dia de treino específico para centrais e ponteiros. Em seguida, ocorreu treino tático para todos os atletas, dentro da quarta semana de preparação para o Campeonato Mineiro.

O Montes Claros Vôlei estreia dia 25 de agosto contra o Sada/Cruzeiro em Contagem às 20h, no Ginásio do Riacho. Já o encontro com a sua torcida em casa, no Caldeirão, será no dia 02 de setembro, às 19h.

Por Wesley Gonçalves

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaços abaixo são destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e e-mail valido).