Últimas Notícias

Montes Claros – Falta de água vira rotina em Montes Claros

Montes Claros – Falta de água vira rotina em Montes Claros

Ficar até dois dias sem água em casa é uma rotina há três anos na vida da atendente Andressa Gislaine Soares Santos, 22, que mora no bairro Independência, em Montes Claros.

Montes Claros - Falta de água vira rotina em Montes Claros
Montes Claros – Falta de água vira rotina em Montes Claros

 

“Tem água dia sim, dia não. Às vezes, dois dias sem. Por isso, temos vários tambores para armazenar a água quando ela chega. E isso já faz três anos”, conta Gislaine. Em Minas Gerais, 20 cidades, entre elas Montes Claros, atendidas pela Copasa já convivem com o rodízio no abastecimento ou enfrentam o racionamento. Dessas, dez estão no Norte do Estado, que sofre há seis anos com a falta de chuva. Com isso, segundo a Defesa Civil, 83 municípios mineiros estão em estado de emergência em função da seca e da estiagem prolongada.

Porém, apenas a falta de chuva não explica a necessidade de racionamento. “Estamos nessa situação porque uma barragem não foi feita há 30 anos. Sempre brigamos por uma barragem no rio Congonhas, mas ela não foi construída por governo nenhum”, reclama o prefeito de Montes Claros.

Para tentar amenizar o problema, a Copasa está investindo R$ 135 milhões em uma obra de captação no rio Pacuí, a 56 km do município, para atender a cidade. “É uma obra importante porque a situação é emergencial. Mas é insuficiente, seria preciso captar no rio São Francisco, pois nossa população é de 400 mil habitantes. Não podemos esperar oito anos para construir a barragem”, diz o prefeito de Montes Claros.

Defesa Civil faz licitações

A estiagem e a seca no Norte de Minas motivaram a Defesa Civil do Estado a realizar, neste mês, três licitações, em Montes Claros, Araçuaí e São João do Paraíso, para contratação de caminhões-pipa para atender a área rural de 140 municípios. “O número de carros-pipa será definido pela demanda”, diz o chefe do núcleo de comunicação da Defesa Civil estadual, tenente Paulo Souza.

MUNICÍPIOS AFETADOS

Cidades com racionamento ou rodízio de abastecimento no Norte de Minas, segundo a Copasa

Montes Claros
Catuti
Capitão Enéas
Riacho dos Machados
Ibiracatu (Distrito de Bonança)
Ibiracatu
Mato Verde (Distrito de São João do Bonito)
Pai Pedro
Taiobeiras
Varzelândia