Vaga no Bolso

Inicio » Minas Gerais » Sul de Minas » Homem rouba mandioca, é flagrado e tem a mão cortada pelo dono do terreno em Minas Gerais

Homem rouba mandioca, é flagrado e tem a mão cortada pelo dono do terreno em Minas Gerais

Homem rouba mandioca, é flagrado e tem a mão cortada pelo dono do terreno em Minas Gerais

Um homem de 26 anos cortou a mão de um suspeito, de 24 anos, que tentou roubar mandioca em seu terreno em Caxambu, no Sul de Minas Gerais.

No hospital homem passou por amputação do braço
No hospital homem passou por amputação do braço

 

O crime ocorreu na manhã desta segunda-feira (2). De acordo com a Polícia Militar, o suspeito fugiu e, até esta terça-feira (3), ainda não tinha sido encontrado.

Ainda segundo a polícia, o terreno fica no bairro Talismã e o dono foi avisado do crime por populares que viram o suspeito entrando no terreno por volta de 10h30. A vítima estava junto com um irmão dele, que não se feriu. Os dois pularam o muro do imóvel e foram surpreendidos pelo dono da propriedade quando pegavam as mandiocas.

O suspeito do crime e a vítima se desentenderam e durante a briga, o dono do terreno se muniu de um objeto cortante e acabou decepando a mão esquerda do jovem de 24 anos. Segundo a polícia, o suspeito queria punir a vítima pelo roubo. O homem fugiu. A arma utilizada para cortar a mão da vítima não foi encontrada.

Vítima passou por cirurgia

Populares acionaram a Polícia Militar que socorreu o homem para o Hospital Casa de Caridade São Vicente de Paulo, em Caxambu, onde ele passou por uma cirurgia para retirada completa da mão. Segundo enfermeiros do hospital, a vítima está sentindo pouca dor no local da amputação, está consciente e se comunicando.

Ainda segundo a unidade hospitalar, não há previsão de alta e o homem vai seguir internado na enfermeira e vai passar por nova avaliação médica nos próximos dias. O hospital informou também que não foi possível implantar a mão novamente e só restou a amputação.

O caso será investigado pela Polícia Civil de Caxambu. A PM não informou se vítima e suspeito tinham passagens pela polícia. Apesar de ter cometido um roubo, o homem que teve a mão cortada não foi preso por causa da gravidade da lesão. Caberá a Polícia Civil decidir se ele será preso.

Opinião dos moradores 

Para os moradores de Caxambu o crime foi um grande susto. Pelo Facebook, os moradores da cidade comentaram o caso. Uma mulher questionou se o ladrão não estava passando fome. “Sou completamente contra qualquer tipo de roubo, mas às vezes a necessidade levou os dois caras a fazerem isso, ninguém sabe as razões”, escreveu.

Outro disse que o suspeito poderia ter o ajudado ao invés de cortar a sua mão. “Eu daria para ele alguma coisa para comer cadê o amor com o próximo que é nos para jogar cortar as mãos o matar ridículo”, escreveu.

Já outras pessoas disseram a vítima e o irmão são conhecidos por crimes na região. “Moro no bairro deles esses dois são velhos conhecidos da polícia infelizmente são viciados em drogas”, disse um internauta.

Lei islâmica

O suspeito do crime pode ter se inspirado em países como a Arábia Saudita onde a lei islâmica permite a amputação de mãos de quem rouba no país. As punições são feitas sempre em praça pública para uma multidão assistir como forma de dar exemplo.

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não ás pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *