Publicidade FENICS 2108 - RESERVE JÁ SEU STAND!  
Imprensa internacional repercute o julgamento de Lula | Jornal Montes Claros
Inicio » Internacional » Imprensa internacional repercute o julgamento de Lula

Imprensa internacional repercute o julgamento de Lula

Imprensa internacional repercute o julgamento de Lula

O site do jornal argentino “Clarin” destacou que foi a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ministra Carmem Lúcia, quem desempatou a questão. Ainda, mostrou como lula chegou ao banco dos réus.
Imprensa internacional repercute o julgamento de Lula
Imprensa internacional repercute o julgamento de Lula
A imprensa internacional também repercutiu o julgamento do pedido de habeas corpus da defesa de lula, que parou o brasil nessa quarta- feira (4).  O site do jornal argentino “Clarin” destacou que foi a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ministra Carmem Lúcia, quem desempatou a questão. Ainda, mostrou como lula chegou ao banco dos réus.

Já o espanhol “El País”, explicava o porquê de todos estarem acompanhando esta votação e fez publicações em tempo real no site em espanhol.  O “The New York Times” atualizava durante o dia a matéria intitulada “Corte do brasil avalia petição de lula para evitar prisão”.

A britânica BBB afirmava no site: “Lula do brasil deve iniciar período na prisão, determina suprema corte”. Na itália, o “Corriere Della Sera” publicou uma reportagem logo após o voto da ministra rosa weber, mostrando que o voto dela poderia definir o resultado final.

“Suprema corte do brasil dá sinal verde ao encarceramento do ex-presidente lula”, foi o que publicou o francês “le monde”, após o fim da sessão.  Já o “The Washington Post” lembrou que, mesmo com a derrota no STF e acusações, lula é quem lidera as pesquisas relacionadas às próximas eleições presidenciais.

Leia Também

Companhias ampliam ofertas de voos entre o Brasil e a Argentina

* Por: da redação - 26 de Abril de 2018. Companhias ampliam ofertas de voos …

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. Os espaços abaixo são destinados para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anónimos (sem um nome completo e e-mail valido).



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *