Inicio » Mais Seções » Famosos » Anitta terá série documental na Netflix sobre os bastidores de sua vida

Anitta terá série documental na Netflix sobre os bastidores de sua vida

Anitta terá série documental na Netflix sobre os bastidores de sua vida

Anitta, de 25 anos, terá uma série documental da Netflix, produzida em parceria com a Shots Studios, sobre os bastidores da sua turnê pelo Brasil e pelo mundo. Recentemente, a cantora se apresentou no Rock in Rio Lisboa, em Paris, e terminou sua viagem com show no tradicional Royal  Albert Hall, em Londres.

Anitta terá série documental na Netflix sobre os bastidores de sua vida
Anitta terá série documental na Netflix sobre os bastidores de sua vida

A nova série documental “Vai Anitta” deve estrear ainda em 2018, segundo comunicado oficial divulgado nesta quinta-feira (12) pela Netflix. Produzida pela Shots Studios, a série mostrará imagens dos bastidores dos shows da funkeira no Brasil e no exterior, além de captar a interação da cantora com os fãs nas redes sociais e retratar um pouco de sua vida pessoal. Em novembro de 2017, Anitta se casou com empresário Thiago Magalhães.

“Sabe aquela expressãozinha que a gente usa: ‘a minha vida está tão louca que daria uma série’? Pois é. A minha deu. A gente já maratona com tanta coisa na Netflix, que agora vocês vão poder me maratonar”, disse a cantora em vídeo publicado pela Netflix no Twitter.

Nascida no Rio de Janeiro, Anitta ganha cada vez mais espaço internacionalmente e chegou a ser chamada de “Beyoncé Carioca” pelo jornal francês Le Monde. “Se alguém pode me considerar 10% da Beyoncé, eu já me sinto muito especial”, diz a brasileira ao descobrir que foi comparada com Queen B. “Ela é um ícone para mim, uma referência”.

Em 2017, Anitta foi eleita pelo ranking da Billboard como a 15ª artista mais influente nas redes sociais, ultrapassando Lady Gaga, Shakira e Rihanna. Atualmente, a funkeria tem mais de 29,4 milhões de seguidores no Instagram e mais de 2 bilhões de visualizações no YouTube.

Projeto Check Mate

No ano passado, Anitta lançou o projeto Check Mate no segundo semestre no qual divulgou um clipe por mês entre setembro e dezembro. A primeira música foi “Will I See You”, uma “bossa pop” em parceria com o produtor Poo Bear, que já trabalhou com Justin Bieber.

Na sequência, a cantora gravou com o sueco DJ Alesso, a canção “Is That For Me”. As filmagens foram realizadas na amazônia para incentivar o turismo ecológico na região. A música dividiu os internautas por ficar no limiar entre o conceitual e o “brega”.

Em novembro, Anitta fez parceria com o colombiano JBalvin para o clipe de “Downtown” -o que fez com que a cantora fosse a primeira brasileira a entrar no top global do Spotify.

A última música do projeto foi “Vai Malandra”, gravada no Morro do Vidigal no Rio de Janeiro. Essa foi uma parceria da funkeira com Mc Zaac, com o produtor americano Maejor, a dupla Tropkillaz (formada pelos DJs brasileiros André Laudz e Zé Gonzalez) e com o DJ Yuri Martins.

A direção do clipe ficou por conta do fotógrafo Terry Richardson, banido da Vogue após acusações de assédio. O clipe teve ainda a participação da funkeira Jojo Todynho e de Pietro Baltazar, que ficou conhecido como “Bieber do Vidigal”.

Em breve disponível na Netflix para o mundo todo. #AnittaNaNetflix

Uma publicação compartilhada por anitta ? (@anitta) em

Leia Também

O advogado Fillipe Freitas alerta para decisão do STJ sobre benefício do INSS

Nem sempre observado, adicional de 25% na aposentadoria pode ser requerido por lei

* Por: Jornal Montes Claros - 19 de setembro de 2018. Aposentados que comprovem a …

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *