Últimas Notícias

Operação mira pornografia infantil em Minas e outros 16 Estados

Operação mira pornografia infantil em Minas e outros 16 Estados

Uma operação contra abuso e exploração sexual infantojuvenil na internet foi deflagrada pelo Ministério da Segurança Pública no início da manhã desta quinta-feira (22) em Minas e outros 16 Estados, além do Distrito Federal. São cumpridos 69 mandados de busca e apreensão.

Um total de 33 mil arquivou foram apreendidos
Um total de 33 mil arquivou foram apreendidos

 

Essa é a terceira fase da operação denominada “Luz na Infância”, que visa identificar crimes relacionados ao abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes praticados no meio cibernético.

Em Minas, a Polícia Civil informou que cumpre mandados de prisão em Belo Horizonte. De acordo com a assessoria de imprensa da corporação, os mandados são cumpridos por policiais de Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente.

Os bairros em que as equipes estão, assim como o número de mandados, não foram divulgados, uma vez que a ação está em andamento. Ainda não há informações sobre presos.

A Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), do Ministério da Segurança Pública, coordena a operação e conta com apoio das Polícias Civis do Distrito Federal e de 17 Estados.

Nesta edição da operação, o Corpo de Investigações Judiciais (CIJ) do Ministério Público Fiscal da Cidade Autônoma de Buenos Aires, Argentina, realiza operação simultânea e cumpre 41 mandados de busca.

Os alvos internacionais foram identificados após atuação conjunta entre a Diretoria de Inteligência da Senasp/MSP e autoridades policiais da Argentina.

As ações simultâneas realizadas no Brasil e na Argentina mobilizam um efetivo aproximado de mil policiais.

Luz na Infância

A operação Luz na Infância teve início em outubro de 2017, quando foram cumpridos 157 mandados e presos 112 abusadores. Na segunda edição, ocorrida em maio de 2018, houve cumprimento de 579 mandados de busca, resultando na prisão de 251 pessoas.