Últimas Notícias

Santa Casa de Montes Claros realiza segunda edição do mutirão Novembro Azul

Santa Casa de Montes Claros realiza segunda edição do mutirão Novembro Azul

A Santa Casa de Montes Claros promoveu a segunda edição do “Mutirão Novembro Azul”. Ao todo, 127 pessoas foram atendidas.
Doutores Luiz da Paixão, Gustavo Carvalho, Evaldo Jener e Sérgio Rametta durante a ação.
Doutores Luiz da Paixão, Gustavo Carvalho, Evaldo Jener e Sérgio Rametta durante a ação.
De acordo com o urologista Conrado Leonel Menezes, a ação superou as expectativas. “Tivemos uma procura expressiva, o que reforça a consciência das pessoas em relação a prevenção e ao diagnóstico precoce”, diz. Ele explica que, após a consulta e o exame de toque realizado durante a ação, os pacientes que apresentarem alguma alteração serão encaminhados para dar andamento ao processo. “Além do exame de toque, é necessário que os pacientes façam o exame de sangue (PSA), que é a complementação do exame de hoje. Caso o resultado de ambos apresentem alguma modificação, os pacientes serão encaminhados para a realização de biópsia. Após isso, confirmado a enfermidade, eles serão encaminhados para o tratamento em si”, finaliza.
Dentro da programação, nos dias 13 e 14 deste mês, foi realizada a primeira ação alusiva ao Novembro Azul. Com a cooperação do Grupo de Trabalho Humanizado (GTH) do hospital e da Barbearia Don Barbone, foi proporcionado uma tarde de cuidados e bem-estar com a saúde do homem. A iniciativa foi destinada aos colaboradores da Santa Casa. A ação da Barbearia foi oferecida de forma voluntária.
Finalizando a edição deste ano, em parceria com as clínicas Radialis e Oncocenter, a Instituição promoverá no dia 30 o III Simpósio Norte-Mineiro de Uro-Oncologia. O evento contará com a participação de especialistas de Montes Claros, Belo Horizonte, São Paulo e Rio de Janeiro.
Alerta
De acordo com o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), o câncer de próstata está entre os mais incidentes no mundo, chegando a atingir aproximadamente um milhão e cem mil habitantes (1,1 milhão).  Outro dado que o INCA aponta é em relação a quantidade de casos a cada ano,  cerca de 68 mil novos casos para o biênio 2018-2019. Esses valores correspondem a um risco estimado de 66,12 casos novos a cada 100 mil homens.

O Superintendente Maurício Sérgio Sousa e Silva, afirma que a Santa Casa de Montes Claros como hospital referência em oncologia, dispõe de toda tecnologia e profissionais capacitados para atuar na prevenção e no tratamento, visando alcançar o maior número de pessoas, trabalhando para a cura e melhoria da qualidade de vida. “Todos os anos realizamos ações de prevenção ao câncer de próstata,  que é o de maior prevalência entre a população masculina, conscientizando e informando os homens sobre a importância da realização dos exames”, diz.

Como inicialmente não há sintomas, os urologistas orientam que todos os homens a partir dos 50 anos sejam avaliados anualmente através do toque retal e de dosagens sanguíneas de PSA, para o diagnóstico da doença. Os que apresentam histórico de câncer de próstata na família e os da raça negra devem iniciar essa avaliação aos 45 anos, devido ao maior risco associado. Segundo o INCA, a enfermidade, na maioria dos casos, cresce de forma lenta e não chega a dar sinais. Em outros casos, pode crescer rapidamente, se espalhar para outros órgãos e causar a morte.

Durante a primeira edição do Mutirão Novembro Azul da Santa Casa, realizado em 2017, foram atendidos 96 pacientes. Seis deles foram considerados casos suspeitos e atualmente 3 estão em tratamento oncológico no hospital.