NordVPN - A melhor oferta de VPN

Vaga no Bolso

Inicio » Política » Deputado Zé Silva homenageia extensionistas rurais de todo Brasil

Deputado Zé Silva homenageia extensionistas rurais de todo Brasil

Deputado Zé Silva homenageia extensionistas rurais de todo Brasil

Em homenagem aos 70 anos da extensão rural, o deputado Zé Silva (Solidariedade/MG), presidente da Frente Parlamentar da Extensão Rural, promoveu na Câmara dos Deputados, nesta terça-feira (18), sessão solene para celebrar a data comemorada anualmente em 6 de dezembro. O serviço do extensionsita rural é importante no desenvolvimento sustentável da agricultura familiar, por meio do conhecimento e a inovação, melhorando a capacidade produtiva dos trabalhadores do campo.

 Deputado Zé Silva homenageia extensionistas rurais de todo Brasil

O hino nacional foi interpretado pela dupla Talles e Tairone de Iturama – Minas Gerais, que remeteu as raízes do campo brasileiro, ao som da viola.

O deputado Zé Silva promove as sessões solenes em homenagem à luta pela extensão rural anualmente desde 2011.”É importante ressaltar a luta dos profissionais da assistência técnica, que carregam em si a responsabilidade direta pelo desenvolvimento do meio rural, em especial, pelo cuidado com os pequenos e médios agricultores”, disse o deputado Zé da Silva.

“Os nossos extensionistas são professores que não têm sala de aula, giz, lousa digital. A nossa sala de aula são os campos, as lavouras, as criações, as sedes – às vezes modestas, mas visionárias das comunidades rurais”, Zé Silva

“Inspirados nas montanhas de Minas, avistaram um novo tempo para a agricultura brasileira o extensionistas rural, muito mais que uma profissão, uma missão com a nossa nação.O mandato está a disposição dessa transformação. A Anater é a esperança da extensão rural brasileira revigorando as Emateres em todo rincões brasileiro.

“Coloco o nosso mandato e a Frente Parlamentar a disposição para discutirmos a nova relação de trabalho com a tecnologia que tem que ajudar o homem do campo e como teremos que atuar.Ou vamos ficar “cara crachá”, trabalho, salário, não é somente isso que faz nós profissionais sermos felizes”, disse Zé Silva

“O extensionista talvez seja a primeira ou a última esperança de um agricultor. Acredito que a ministra da Agricultura, deputada Tereza Cristina, por conhecer bem as demandas do setor conduzirá esse processo de valorização da extensão rural brasileira.

Homenagem – Durante a solenidade, foram homenageados os extensionistas que prestaram relevantes serviços às comunidades rurais dos seus estados.

Como presidente da Frente de Ater, Zé Silva, promoveu o seminário “A Ater que queremos e o Brasil precisa” nas cinco regiões do país, que discutiu com os cenários e necessidades de cada região.”O amplo debate com extensionistas, dirigentes e representantes do meio permitiu pensarmos juntos a Extensão Rural que nós queremos no futuro, e que é muito importante para a sociedade. Estamos providenciando um documento com todas as sugestões regionais para apresentar ao Brasil”, explica Zé Silva.

Serviço de Ater em números – A cobertura nacional possui atualmente 181 unidades avançadas, 319 regionais, 78 centros de capacitação e 60 unidades de pesquisa, para atender 5 milhões de estabelecimentos agropecuários caracterizados como agricultura familiar e médios agricultores, o que corresponde a mais de 88% do total do país, segmento que responde por mais de 38% do valor bruto da produção agropecuária brasileira e que ocupa mais de 12 milhões de pessoas segundo dados do IBGE, 2006.

Leia a seguir trechos dos pronunciamentos:

Dimas Leite – Presidente da União dos Fiscais Agropecuários

A Extensão Rural é um tripé para que a agricultura brasileira alcance um patamar ainda maior. Que sejam feitas campanhas motivacionais com o objetivo de apresentar para a sociedade que o extensionista rural tem múltiplas funções, além de dar assistência é conselheiro e solidário aos agricultores. Precisamos de um amplo relacionamento com ministros e parlamentares para assegurar o fortalecimento desse importante serviço, para garantir o sustentabilidade do agronegócio.”

Roberto Carneiro – Presidente da Emater/DF

Estamos em um bom momento das nossas atividades, com mais fôlego a Asbraer e Anater poderão revigorar o apoio aos Estados. A nova geração tem a missão de levar os nossos ideais , contribuindo com o progresso da agriculta brasileira. A Extensão Rural tem um ação continuada, abrangente, desde o desenvolvimento tecnológico, desenvolvimento social, preservação ambiente e cadeias produtivas, portanto, o progresso requer capacitação constante. Temos desafios que já estamos encarando, desafio de levar para o campo informações para os produtores rurais. Desafio de desenvolver sistemas do nosso trabalho que possa modernizar a nossa forma de avaliação dos nossos resultados, sabemos que temos e precisamos mostrar para a sociedade, nos campos, econômico, social e ambiental.”

Deputado Valdir Colato

Destaco o trabalho exemplar da Epagri, a empresa de Extensão Rural e Assistência Técnica de Santa Catarina. São milhares de profissionais em todo o Brasil, dedicando suas pesquisas e atividades diárias ao desenvolvimento da nossa agricultura.”

Argileu Martins – Secretário de Agricultura do Distrito Federal

Há 70 anos, ter uma mulher trabalhando era diferenciado. E ter essa mulher trabalhando em iguais condições do homem, era ainda mais diferenciado. Nesse momento a Extensão Rural está desafiada e precisa se reinventar para um novo país, agropecuária moderna mas ao mesmo tempo necessitando de equilíbrio, inovação tecnológica, permitindo que o rural brasileiro continue desenvolvendo de modo que os agricultores principalmente os pequenos produtores sejam amplamente atendidos pelos extensionistas rurais, estando a frente da locomotiva do desenvolvimento. Tenho certeza que a extensão rural brasileira seguirá ainda mais forte, com o apoio das Emateres e da Anater, fazendo parte do Ministério da Agricultura, apresentando esse novo Brasil rural.

José Ricardo Roseno – Secretário-adjunto Especial de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário da Presidência da República

Não tem como a política chegar ao agricultor familiar sem o serviço de Assistência Técnica e Extensão Rural. O foco é a reformulação do crédito fundiário. A partir da mudança da lei, conseguiremos disponibilizar crédito para aquisição de terras, com condições adequadas para as famílias que são o foco desse crédito. Conseguimos fazer o redesenho da extensão rural, tornado o plano safra – plurianual, destaque para o Pronaf, politica consolidada da produção da agricultura familiar. A Lei de acesso a terra, reformulação no crédito fundiário, onde a partir da lei do deputado Zé Silva, conseguimos disponibilizar credito.”

Deputado Luiz Carlos Hauly

O agronegócio é o futuro e a esperança da humanidade se as nações ricas pararem com esse luxo e atentarem para o Brasil, que pode ajudar a alimentar o mundo. A Extensão está ligada ao desenvolvimento das universidades e da pesquisa e sem a Extensão não é possível levar o conhecimento aos nossos trabalhadores rurais.”

Deputado Heitor – Presidente da Frente Parlamentar de Agricultura Familiar

Setenta anos não são setenta dias, setenta anos de muita caminhada, de porteira em porteira levando o conhecimento, tanto na Assistência Técnica e Extensão Rural, como a extensão da família tão abraçado à temática da saúde, educação e boa alimentação. Duas coisas não precisavam ter acontecido nestes 70 anos, o fechamento da Embrater e a extensão do Ministério do Desenvolvimento Agrário, fazem falta para que as coisas andassem de forma mais firme, e com certeza nossa agricultura responderia produzindo mais alimentos. Assistência técnica dialoga diretamente com a agricultura familiar que alimenta 70% do povo brasileiro. Precisamos da pesquisa, novas tecnologias e alguém que leve esse conhecimento para todos os agricultores do Brasil.

Roney José Rodrigues – Agricultor de Unaí / MG

Os agricultores precisam dessa importante parceria dos órgãos públicos e da Câmara dos Deputados, para que possamos progredir, por meio da sustentabilidade. Muito triste quando você vê a falta de Assistência Técnica daquelas famílias, por um outro órgão, por mais que conhecemos as regiões temos notado a presença da Emater sempre com bons olhos nessa classe. Importante destacar o trabalho do deputado para a nossa região à toda agricultura famíliar, dando perspectiva de crescimento para os produtores rurais.”

Valmisoney Jardim – Presidente da Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural

Anater cumpriu todos os contratos de gestão presentes em 21 Estados da Federação – ainda não estamos na totalidade da demanda da Assistência Técnica, mas estamos nos Estados, formamos 5 mil extensionsitas – discutindo os novos rumos da Ater – fechamos contratos e atendimento para mais de 1300 agricultores familiares, a burocracia que existia foi superada, por meio do instrumento específico de parceria, hoje a forma de ajustar com as entidades públicas foi superada. A Anater está pronta e preparada para se responsabilizar por toda coordenação e execução do serviço de ater do governo federal – a proposta é que a Anater esteja inserida no MAPA para que tenhamos ainda mais recursos para atender todos os agricultores brasileiros. A extensão Rural se sente honrada por ter esse espaço no Congresso Nacional, portanto, agradeço a oportunidade de representatividade do serviço de Ater.”

Leonardo Goes – Presidente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária

Ressalto a importância do serviço de Extensão Rural para os produtores rurais para a retomada do crescimento econômico do pais – Destacando ações do Incra, temos mais de1 milhão de assentados em todo país, entre 2017 e 2018, aplicados somente em 2018 – mais de 250 milhões de créditos. Investimos entre o ano passado e esse ano mais de 400 milhões de reais em obras de infraestrutura, conseguimos esse direcionamento, titulação definitivo ou provisória para o crescimento da agricultura brasileira, dignidade do nosso público assentado tornando-o um produtor rural. Entregamos mais de 250 mil títulos de propriedade de terra por todo Brasil – segurança jurídica tão importante para esse público tão importante que é a agricultura familiar e os assentados da reforma agrária – em apenas um ano fizemos o que não foi feito em dez anos, portanto, teremos um ganho em tornar a agricultura forte e um avanço significante para o setor.

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não ás pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *