Inicio » Colunistas » Adilson Cardoso » Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Pais pedem que filhos Gays mintam que não são Gays

O Brasil vive um clima de instabilidade sexual. Não se vê mais homens rebolando ou fazendo boquetes no banheiro do mercado. Isso tudo, depois de alguém ler uma  placa que estava ao lado de uma  câmera de vigilância,

“Eu sei que você é gay e  o que  fez no verão passado!”

Mães e pais, tios, tias, avós e até conjugues ocuparam a mídia para dizer que os entes  não eram gays.

“Minha filha não é sapatão, aquela foto em que ela beija uma lourinha é montagem, por favor não agridam a minha filha quando a virem bêbada na noitada!” (Apelo emocionando de dona Anailde Costela de Prato e Silva de Montes Claros – Norte de Minas Gerais).

“ O meu esposo não tem nada a ver com aquele cara de bigode, são amigos de infância aquilo é fake news, ele não tem aquela mancha branca na bunda!” (Maria estela Lancaster – Belo Horizonte).

Não recebi meu décimo Terceiro

     No centro da cidade de Porteirinha, norte de Minas Gerais, um homem de aproximadamente 40 anos anos, mobilizou Bombeiros, Policiais Militares e uma “quinta feira” de curiosos, na ultima sexta feira dia 04 de janeiro. No topo do prédio mais alto da cidade, Elismar Ponciano ameaçou se  jogar.

— Cidadão peço calma e me diga o motivo da tentativa de tirar a própria vida! – Falou um policial.

— Não se aproxime ou eu pulo e deixo você  como assassino doloso! – Disse o homem em tom de ameaça.

— Tudo bem, tudo bem! – Consentiu o policial. — Então diga, queres tirar a vida é por conta de chifres, doença incurável, filho gay, medo do Atlético na segunda divisão em 2019?

— Não! Nada disso! – Gritou o homem secamente.

O policial então com experiência de varias décadas, passou a listar prováveis motivos. Uma hora depois o homem só balançava a cabeça negativamente. Até que o policial perdendo a paciência berrou;

— Se não é porra nenhuma destes motivos, então o que é caralho!?

— Só saio daqui quando eu receber meu decimo terceiro! – Falou o homem com voz de choro.

Bombeiros, Policiais militares, Guardas Municipais, Professores e outros servidores públicos se entreolharam e disseram em coro;

— Foda-se! Nós também não recebemos.

As sirenes foram desligadas e cada um tomou seu rumo. Até o cachorro que latia olhando para cima, foi embora. O homem que queria chamar atenção, desceu cabisbaixo e foi preso, ele estava desempregado há vários anos, reclamava o decimo terceiro da mãe que ele recebia e usava drogas.

 Riso da Hora

Joãozinho vai à farmácia.

– Seu Joaquim, me dê uma caixa de supositórios. Distraído, o menino pega a caixa e vai saindo da farmácia sem entregar o dinheiro.

– É pra pôr na conta de sua mãe? – grita-lhe o farmacêutico.

– Não, é pra pôr no cu do meu pai!

Fica assim, amanhã tem mais…

 

Hesiodo José
Hesiodo José

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *