FENICS 2019 - ACI

Obtenha mais clientes com a sua ficha do Google

Inicio » Minas Gerais » Belo Horizonte » Tragédia de Brumadinho – Sobe para 165 o número de mortos na tragédia de Brumadinho

Tragédia de Brumadinho – Sobe para 165 o número de mortos na tragédia de Brumadinho

Tragédia de Brumadinho – Sobe para 165 o número de mortos na tragédia de Brumadinho

Sobe para 165, o número de mortos com o rompimento da Mina do Feijão, na cidade de Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Desses, 156 foram identificados pelo Instituto Médico Legal em Belo Horizonte.

Há 17 dias, os bombeiros fazem buscas na região atingida pela lama
Há 17 dias, os bombeiros fazem buscas na região atingida pela lama

 

O total de desaparecidos, neste 17º dia de buscas, é de 160, sendo 38 funcionários da Vale e 122 terceirizados ou pessoas da comunidade.

Já o número de sobreviventes localizados permanece em 393, sendo 224 empregados da Vale e 169 terceirizados ou pessoas da comunidade.

Duas vítimas resgatadas ainda se encontram hospitalizadas, enquanto 138 atingidos estão desabrigados.

Neste domingo (10), os focos das buscas estão na Usina ITM, na ferrovia, na área administrativa, que abrange refeitório, casa e estacionamento e em locais com acúmulo de rejeitos. Em campo, atuam 35 equipes.

O efetivo conta ainda com 35 máquinas, 11 aeronaves e 19 cães.

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *