FENICS 2019 - ACI

Últimas Notícias
Turbo Pesquisa - CLIQUE AQUI PARA MIAS INFORMAÇÕES
Inicio » Economia » Dicas para reformar seu imóvel gastando pouco

Dicas para reformar seu imóvel gastando pouco

Dicas para reformar seu imóvel gastando pouco

Todo mundo já passou ou vai passar por alguma reforma de imóvel na vida. É praticamente inevitável evitar esse tormento, a não ser que você opte por adquirir imóveis na planta, aí fica só a parte boa: a decoração!

Dicas para reformar seu imóvel gastando pouco

 

Bom, já que nem todo mundo tem a oportunidade de comprar um imóvel novinho em folha, a solução é reformar mesmo. O que muita gente quer saber é: existe alguma maneira de encaixar a reforma no seu orçamento? A resposta é sim! Veja como a seguir.

Faça um planejamento

Em primeiro lugar, você deve ter conhecimento de tudo o que pretende reformar. Pode parecer esquisito, mas é muito comum que as pessoas comecem obras sem planejar tudo o que deve ser feito.

Seguir esse caminho é jogar dinheiro fora. Com uma boa organização de todos os ajustes que são realmente necessários para o imóvel, fica mais fácil de economizar.

Não tenha medo de exagerar nos detalhes, essa ação de planejar minuciosamente cada etapa da sua obra reduz o risco de gastos extras e atrasos – tudo o que você não quer.

Além de conseguir controlar o gasto de tempo e dinheiro em cada etapa da obra, também ajuda a evitar certos problemas. Como, por exemplo, colocar o gesso no teto depois que o piso já estiver pronto.

Determine seu limite de gastos

Em busca de evitar o descontrole da obra, é importante definir certos limites antes de colocar a mão na massa. Nessa etapa, é altamente recomendável pesquisar bastante os preços dos materiais e da mão de obra. Aproveite para fazer diversos orçamentos e negociar bastante.

Não se esqueça de colocar na ponta do lápis gastos extras, tais como água e luz. Dependendo da reforma que está planejando, poderá ter um aumento no consumo de energia ou de água.

Dessa forma, busque avaliar a sua capacidade de pagamento. Ou seja, quanto dinheiro você consegue gastar por mês, sem contrair dívidas ou ficar com o orçamento muito apertado.

Escolha os profissionais certos

A escolha dos profissionais é um dos pontos mais críticos de toda obra. Algumas pessoas possuem o seu pedreiro, marceneiro ou vidraceiro de confiança, mas atualmente, encontrar esses profissionais de qualidade está cada vez mais difícil.

Por isso, é fundamental escolher bem os profissionais que irão realizar a reforma. Não adianta escolher o mais barato se ele não vai entregar o trabalho completo e bem realizado.

Uma boa forma de realizar essa etapa, é pedindo recomendações de amigos ou colegas próximos.

Invista em materiais de qualidade

Conhece a expressão “o barato sai caro”? Pois bem, não adianta querer economizar nos materiais e precisar gastar com manutenção – ou até trocas – em pouco tempo porque os mesmos não eram de qualidade.

Além de pensar no seu bolso, essa é uma questão de segurança para você e sua família. Pense só nos riscos que vocês correm se a fiação do seu imóvel não aguenta a carga total dos eletrônicos?

Imprevistos acontecem

Obra não é obra se não houver imprevistos. Nunca antes na história se viu uma obra ser terminada sem apresentar um probleminha ou outro. Mesmo que sejam imprevistos, é possível controlar o nível de caos e evitar que os gastos indesejados extrapolem demais o orçamento.

Dessa forma, é sempre bom ter uma folga nas contas para casos como esse. Pode ser apenas uns azulejos quebrados ou até mesmo uma tubulação perfurada, mas saiba que faz parte e esteja preparado para lidar com esse tipo de problema quando ele aparecer.

Mantenha sua obra limpa e organizada

É claro que, na medida do possível, você deve prezar pela arrumação do seu imóvel e, consequentemente, da obra que está sendo realizada. Isso porque, bagunça também é sinônimo de sumiço. Pode ser de um martelo ou um prego, mas também podem sumir materiais e o orçamento vai lá pra cima.

Não é preciso faxinar tudo todos os dias ou ficar vidrado em arrumação. Basta garantir que as ferramentas e materiais utilizados sejam guardados corretamente após o uso e manter cada item em seu lugar.

Não precisa ter pressa!

Além de ser inimiga da perfeição, a pressa também está entre as inimigas do orçamento. Optar por uma reforma super rápida pode trazer mais gastos e mais desperdício.

É importante avaliar as condições da sua obra e saber quais dicas aplicar para a sua situação. Apesar disso, tenha em mente que é possível sim gastar pouco em uma reforma, mesmo que pareça uma missão impossível.

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas. Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *