Vaga no Bolso

Turbo Pesquisa - CLIQUE AQUI PARA MIAS INFORMAÇÕES
Inicio » Montes Claros » Montes Claros – Projeto pioneiro de produção de lenha ecológica em Montes Claros

Montes Claros – Projeto pioneiro de produção de lenha ecológica em Montes Claros

Montes Claros – Projeto pioneiro de produção de lenha ecológica em Montes Claros

Montes Claros – A Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, é parceira de um projeto inédito, que poderá dar origem a um programa de coleta de resíduos em Montes Claros para a fabricação de briquetes (“lenha ecológica”), que são blocos densos e compactos de materiais energéticos, geralmente feitos a partir de resíduos de madeira, e capazes de substituir com eficiência o gás, a energia elétrica, o carvão vegetal, o carvão mineral, a lenha e outros tipos de combustíveis. Serão gerados cerca de 300 empregos diretos, em sua fase inicial, e será feira a coleta diária de mais de 100 toneladas de resíduos, que deixarão de ir para o lixão do bairro São Geraldo.

Montes Claros - Projeto pioneiro de produção de lenha ecológica em Montes Claros
Montes Claros – Projeto pioneiro de produção de lenha ecológica em Montes Claros

 

A medida também vai representar economia para a Prefeitura, uma vez que o Município vai deixar de gastar com a coleta e o manejo desses materiais. Foi realizada uma reunião, no auditório da Secretaria de Meio Ambiente, para acelerar o processo. A unidade de fabricação dos briquetes será construída em um terreno de 6.786 metros quadrados, no Distrito Industrial Ubaldino Assis. O investimento para a instalação da estrutura será da ordem de R$ 4 milhões, recursos que serão levantados junto a parceiros da iniciativa privada, bem como instituições financeiras.

Segundo o empresário Peterson Cardoso de Almeida, a expectativa é que as ações sejam agilizadas a partir de agora, tendo em vista que vários parceiros já sinalizaram positivamente sua participação. Para a assessora Ana Paula Abreu, que está realizando a regularização fundiária do terreno, a ideia é unir poder público e iniciativa privada para alcançar resultados positivos dentro de, no máximo, um ano, quando a unidade deverá começar a funcionar.

A Secretaria de Meio Ambiente disponibilizará servidores capacitados para orientar e assessorar as atividades, como forma de contribuir para a melhoria e preservação do Meio Ambiente, gerando emprego e renda para catadores de recicláveis. A perspectiva é que cada trabalhador tenha renda acima de um salário mínimo, dependendo, principalmente, da produtividade própria.

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas. Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *