PÓS-GRADUAÇÃO PUC MINHAS em MONTES CLAROS

Obtenha mais clientes com a sua ficha do Google
Inicio » Colunistas » Victor Aragão » Coluna Meio Ambiente em Foco de Victor Aragão – Discussão ambiental como criadora e criatura do processo de globalização

Coluna Meio Ambiente em Foco de Victor Aragão – Discussão ambiental como criadora e criatura do processo de globalização

Coluna Meio Ambiente em Foco de Victor Aragão – Discussão ambiental como criadora e criatura do processo de globalização

A deterioração ambiental vai muito além quando se diz do grande desafio das Ciências do Ambiente, que é, de maneira justa, compreender a complexidade ambiental, todas as suas formas de conexão com as outras áreas do conhecimento, principalmente no que diz respeito à solvência de ideias modernas e criativas, e no desenvolvimento de condutas, percepções e concepções à dimensão multifacetada a que se encontra.

É por meio destes sentidos que a Epistemologia, primariamente como subárea da Filosofia e a Metodologia, reflete sobre a natureza, a consciência das relações e interações do indivíduo e objeto, que se conduzem como formas elementares e substancias ao se almejar a sustentabilidade dos diferentes ambientes, de seus recursos, fenômenos e manifestações. Quando a abordagem é ainda mais pontual à subsistência dos seres e do elo socioambiental, essas revisões são imprescindíveis.

Pádua (2010) vai de encontro a esses argumentos sobre as Ciências Epistemológica e Metodológica quando ratifica que as discussões ambientais que lutam pela proteção dos ambientes, prevenção e mitigação, principalmente no âmbito acadêmico, colaboraram enormemente e ainda fornecem base vital ao desenvolvimento das Ciências do Ambiente, e muito além, possibilitam comportamentos sociais variados. O pesquisador afirma (p. 82) que “a discussão ambiental se tornou ao mesmo tempo criadora e criatura do processo de globalização”.

Atualmente, a área das Ciências Ambientais (criada em 2011 pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES) conta, no Brasil, com mais de 95 cursos de pós-graduação, nos quais envolvem profissionais docentes das áreas das Ciências Biológicas, Ecologia, Engenharia Ambiental, Física, Química, Ciências Sociais, Agronomia, Meteorologia, Geografia, Direito e Engenharia Civil com foco no Desenvolvimento Sustentável, Tecnologia Ambiental, Recursos Naturais, Ambiente e Sociedade, Desenvolvimento e Meio Ambiente e Gestão Ambiental.

Em simples palavras, diz-se que as Ciências Ambientais ensinam à sociedade como a natureza age, em como ocorre a interação homem-ambiente, e as possibilidades responsáveis e sustentáveis frente à utilização dos recursos naturais.

 

Victor Aragão
Victor Aragão

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *