Matrículas Aberta - Escola Adventista

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

Inicio » Norte de Minas » Norte de Minas – Maternidade de Januária humaniza sala de pré-parto

Norte de Minas – Maternidade de Januária humaniza sala de pré-parto

Norte de Minas – Maternidade de Januária humaniza sala de pré-parto

Norte de Minas – Nesta semana a maternidade do Hospital Municipal de Januária (HMJ) começou a proporcionar a comunidade um ambiente mais humanizado com a implantação dos boxes individuais, camas reformadas e colchões novos na sala de pré-parto, assim cada gestante terá sua individualidade respeitada. A assistência prestada pela equipe, que constantemente vem recebendo elogios na ouvidoria, passa a contar com um aliado importante na busca da excelência do atendimento, o ambiente de trabalho, que motiva o servidor e cria condições que garantam a privacidade da mulher, pois cada box passa a ser um espaço único de cada parturiente, além de assegurar um adequado atendimento multiprofissional, quando necessário.

Norte de Minas - Maternidade de Januária humaniza sala de pré-parto - Foto: Manú Silva
Norte de Minas – Maternidade de Januária humaniza sala de pré-parto – Foto: Manú Silva

 

Segundo Jailton Xavier, diretor administrativo do hospital, é mais uma conquista para a comunidade de Januária, “mais uma melhoria que tem como objetivo garantir a privacidade da mulher e seu acompanhante, criando condições na ambiência que garantam a ela a privacidade no trabalho de parto, parto e pós-parto imediato e, bem como, adaptado às recomendações da Vigilância Sanitária”, ressaltando ainda o empenho do prefeito, Dr. Marcelo Félix, e do secretário, Deyvison Diaz, nestas conquistas em beneficio da população da cidade.

Conforme a Resolução Nº 36, de 3 de junho de 2008, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, que Dispõe sobre Regulamento Técnico para Funcionamento dos Serviços de Atenção Obstétrica e Neonatal (RDC 36/2008) espaços como o pré-parto, sala de parto e pós-parto imediato, devem garantir a privacidade da mulher e seu acompanhante, com a dimensão mínima exigida na norma.

Além de Januária, a maternidade é referência para, quase outras 10 cidades da região, registrou de janeiro a julho deste ano a realização de 455 partos. Com um ambiente mais humanizado, a expectativa é que esse número aumente, uma vez que o hospital vem conseguindo restabelecer a confiança da população em seus serviços.

Por Ricardo Soares

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *