Últimas Notícias
Turbo Pesquisa - CLIQUE AQUI PARA MIAS INFORMAÇÕES
Inicio » Montes Claros » Montes Claros – Receita Federal faz operação em loja por suspeita de descaminho no centro de Montes Claros

Montes Claros – Receita Federal faz operação em loja por suspeita de descaminho no centro de Montes Claros

Montes Claros – Receita Federal faz operação em loja por suspeita de descaminho no centro de Montes Claros

Montes Claros –  Nesta quarta-feira (4),  a Receita Federal reteve cerca de 300 itens de uma loja de eletrônicos e produtos de bazar no centro de Montes Claros.

Auditores da Receita Federal de Belo Horizonte realizaram operação em Montes Claros — Foto: Receita Federal/ Divulgação
Auditores da Receita Federal de Belo Horizonte realizaram operação em Montes Claros — Foto: Receita Federal/ Divulgação

 

Segundo com as informações da Receita Federal, a empresa é suspeita do crime de descaminho.

Um caminhão da Receita foi preenchido com a mercadoria supostamente ilegal; ao todo, o carregamento está avaliado em cerca de R$ 300 mil. A empresa fica na região central da cidade, na Rua Rui Barbosa, e é conhecida por vender produtos de origem estrangeira.

Ainda segundo a Receita Federal, os responsáveis têm até a próxima quinta (5) para apresentar a documentação fiscal da mercadoria. Caso não apresentem os documentos, os produtos serão apreendidos definitivamente. A prática de descaminho é um crime contra a ordem tributária que consiste em importar artigos sem pagar os tributos exigidos pelo Governo Federal.

“A Receita possui um sistema de controle de emissão de documentos fiscais. A gente monitora através dele. Como foram apontadas algumas inconsistências nas mercadorias de origem estrangeira oferecidas pelo contribuinte, nós retivemos os produtos com indícios de irregularidades para os quais ele não apresentou documentação fiscal”, explica o auditor fiscal Leonardo Martins.

Todo o carregamento de produtos foi encaminhado ao depósito da Receita Federal. Para o auditor, os indícios de irregularidade são fortes. “Temos indícios fortes que são produtos de descaminho. São proprietários chineses, compram na China o material e trazem para revender. Descaminho é quando você pode importar, desde que pague imposto. Eles não tinham a documentação comprobatória da regularidade da importação e eram ainda marcas falsificadas, ou seja, usam nome de marcas famosas sem autorização”, afirma Martins.

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *