SMART FIT - MONTES CLAROS

Turbo Pesquisa - CLIQUE AQUI PARA MIAS INFORMAÇÕES
Inicio » Norte de Minas » Norte de Minas – Codevasf inaugura sistema para garantir abastecimento de água para irrigação e consumo humano no Jaíba, no Norte de Minas

Norte de Minas – Codevasf inaugura sistema para garantir abastecimento de água para irrigação e consumo humano no Jaíba, no Norte de Minas

Norte de Minas – Codevasf inaugura sistema para garantir abastecimento de água para irrigação e consumo humano no Jaíba, no Norte de Minas

Norte de Minas – A Companhia de Desenvolvimentos dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) inaugurou, nesta sexta-feira (13), o sistema de bombeamento auxiliar por flutuantes a ser utilizado em momentos de crise hídrica, visando o abastecimento da irrigação e o consumo humano no Projeto Público de Irrigação Jaíba, no Norte de Minas Gerais. O evento aconteceu na Estação de Bombeamento Principal – EB1, e contou com a presença do presidente da Companhia, Marcelo Moreira; do ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto; do diretor da Área de Gestão dos Empreendimentos de Irrigação, Napoleão Casado, e dos prefeitos dos municípios de Jaíba e Matias Cardoso. No sistema foram investidos cerca de R$ 11,5 milhões que garantirá a segurança hídrica do projeto.

Norte de Minas - Codevasf inaugura sistema para garantir abastecimento de água para irrigação e consumo humano no Jaíba, no Norte de Minas
Norte de Minas – Codevasf inaugura sistema para garantir abastecimento de água para irrigação e consumo humano no Jaíba, no Norte de Minas

 

Além da inauguração, o presidente da Codevasf cumpriu agenda de trabalho na região que incluiu vistoria das obras de substituição do sistema de condução de água de canais abertos para tubulação no Projeto Público de Irrigação Gorutuba, em Nova Porteirinha (MG).

Na avaliação do presidente da Codevasf, o novo sistema de bombeamento flutuante do Jaíba reforça o compromisso do governo federal para reduzir as desigualdades sociais nas regiões mais carentes do Brasil. “Esse sistema vai dar condições para que os produtores mantenham a produção e continuem a movimentar a economia local, mesmo quando houver crise hídrica, além de incrementar a renda das famílias e levar desenvolvimento para os municípios de Jaíba, Matias Cardoso e regiões vizinhas”, explica Moreira.
Para isso, foram instaladas 24 bombas que vão captar água do canal de chamada do rio São Francisco para abastecimento nas etapas I e II do projeto numa área explorada de 28 mil hectares, implantadas pelo governo federal e governo de Minas, respectivamente. Somente na Etapa I são 1.824 lotes familiares e 327 empresariais que, em 2018, geraram em torno de R$ 274,4 milhões de renda bruta.

Com relação ao consumo humano, o sistema vai garantir fornecimento de água para uma população de cerca de 30 mil pessoas que moram na região, entre moradores dos núcleos habitacionais do projeto de irrigação e do município de Jaíba.

Localizado entre os municípios de Jaíba, Matias Cardoso e Verdelândia, o Projeto Público de Irrigação Jaíba foi idealizado para ser implantado em quatro etapas, das quais duas já estão concluídas e em funcionamento desde 1975. Mais da metade da área cultivada é destinada à fruticultura, com destaque para a produção de banana, manga e limão. Juntas as etapas I e II do projeto geram em torno de 16 mil empregos diretos e mais de 20 mil empregos indiretos.

“Primeiro agradeço e parabenizo a todos os produtores, que acreditaram, e mesmo nesse sol, na falta de água, quando ainda era um sonho, vieram e produziram. Os números de Jaíba impressionam por si só. Um perímetro com potencial de mais de 60 mil hectares, já produzindo 28 mil hectares, com quantidade de toneladas gigantesca”, afirmou o ministro Gustavo Canuto durante a agenda.

Gorutuba

Antes da inauguração do sistema de bombeamento auxiliar por flutuantes para abastecimento do Jaíba, o presidente da Codevasf cumpriu agenda na região que incluiu visita às obras de substituição do sistema de condução de água de canais abertos para tubulação no Projeto Público de Irrigação Gorutuba. O objetivo da obra é aumentar a eficiência de distribuição de água na área.

Além da troca da rede de canais por tubulação pressurizada gravitacionalmente, será implantado um sistema automatizado de controle, monitoramento de água nas estruturas do canal para adutora e um sistema parcelar de medição do consumo de água. Com isso, espera-se economia de água, aumento da área irrigada, redução nos custos de manutenção e de energia elétrica, entre outras vantagens. O investimento na obra é da ordem de R$ 95 milhões.

O Projeto Público de Irrigação Gorutuba, administrado pela Codevasf, tem uma área irrigável de 4.734 ha, entre lotes familiares e empresariais. No local, predomina a fruticultura, com destaque para o cultivo da banana. Em 2018, foram produzidas cerca de 24,9 mil toneladas de alimentos.

Aviso

  • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *