SMART FIT - MONTES CLAROS

Turbo Pesquisa - CLIQUE AQUI PARA MIAS INFORMAÇÕES
Inicio » Esporte » Quais são as novas modalidades esportivas das Olimpíadas 2020?

Quais são as novas modalidades esportivas das Olimpíadas 2020?

Quais são as novas modalidades esportivas das Olimpíadas 2020?

Novos esportes entrarão na Olimpíada de Tóquio. Conheça um pouco sobre cada um deles e saiba como serão disputados.

Quais são as novas modalidades esportivas das Olimpíadas 2020?
Quais são as novas modalidades esportivas das Olimpíadas 2020?

 

Com os Jogos Olímpicos de 2020 se aproximando, cada vez mais ouvimos falar sobre as expectativas para a competição, quais são as chances brasileiras de medalha e diversas outras curiosidades sobre o evento, como quais são as roupas próprias para os atletas olímpicos.

E dentre as novidades para os Jogos de Tóquio, está a inclusão de cinco esportes. Pela primeira vez, surf, skate e escalada farão parte da programação olímpica. Já, beisebol/softbol e caratê, voltarão ao cronograma olímpico após anos.

Segundo o Comitê Olímpico Internacional, esses esportes, em conjunto, devem trazer cerca de 400 atletas a mais para os jogos. Mas será que você sabe como esses esportes serão disputados?

Se a resposta for não, fique tranquilo! Vamos explicar um pouco mais sobre cada uma das modalidades e como elas funcionarão em Tóquio.

Surf

Com o objetivo de atrair jovens para acompanhar a Olimpíada, o Comitê Olímpico Internacional (COI) definiu o surf como uma das novas modalidades que serão implementadas em Tóquio. Apesar disso, existem alguns conflitos entre as duas entidades que representam o esporte no cenário mundial.

Enquanto a International Surfing Association (ISA) é a mais antiga e reconhecida pelo COI, a World Surf League (WLS) é mais popular entre os amantes do esporte e conta com os melhores atletas.

Apesar do entrave, recentemente as duas entidades entraram em acordo e o surf está confirmado entre os melhores nomes para Tóquio. Assim como acontece em outros esportes, cada país ficará limitado a 2 atletas. Dessa forma, países sem muita representatividade no esporte devem ter alguns atletas nas Olimpíadas.

E as chances para o Brasil são muito grandes! Ainda não estão definidos oficialmente quem serão os dois brasileiros, mas as chances de medalhas para Gabriel Medina, Ítalo Ferreira e Felipe Toledo são muito grandes. Vale a pena conferir!

Skate

Outro esporte muito popular entre os jovens é o skate, que também deverá estrear na Olimpíada de Tóquio. A  modalidade será disputada nas categorias park e street e, em ambas, o Brasil possui chances reais de medalhas.

Tanto no feminino, com Letícia Bufoni, Rayssa Leal e Pamela Rosa, como no masculino, com Pedro Barros, as expectativas podem ser as melhores possíveis. Vale lembrar que, assim como no surf, apenas 2 atletas por país podem se classificar para a Olimpíada.

Beisebol/softbol

Diferentemente das modalidades anteriores, o beisebol já participou de diversas Olimpíadas e, sua última participação, foi em 1992, em Barcelona. O Brasil não possui nenhuma tradição no esporte e as perspectivas para Tóquio não são tão positivas.

Apesar disso, o esporte promete – e muito –, já que é um dos mais populares do mundo. Por isso, se você é um amante de esporte, vale a pena conferir a modalidade em 2020.

Escalada

Provavelmente o esporte mais desconhecido dos brasileiros, a escalada, é outra modalidade que vai estrear nos jogos Olímpicos de Tóquio. Vale lembrar que a escalada é mais um “esporte radical” que tem como objetivo atrair a atenção dos jovens para os Jogos de 2020.

A escalada é dividida em três categorias (boulder, lead e speed) e as medalhas serão distribuídas para os atletas que atingirem a melhor média na soma delas. Vale lembrar que todas as competições são indoor, ou seja, acontecem em ambientes simulados e não em pedras, como muitas pessoas imaginam que é uma competição de escalada.

Por ser um esporte ainda desconhecido no Brasil, as chances de medalhas são muito pequenas. As expectativas da comissão técnica de escalada do Brasil é de conseguir atingir os índices para classificar nossos atletas para a Olimpíada.

E para isso, as melhores chances do Brasil são Felipe Ho e César Grosso, no masculino, e Thais Makino e Bianca Castro, no feminino. E mesmo que o Brasil não se classifique, a escalada é um esporte incrível e que certamente merece a nossa atenção.

Caratê

O caratê vai entrar para a Olimpíada de Tóquio já com uma notícia triste para os fãs. Isso porque, a modalidade foi excluída pelo Comitê Internacional da Olimpíada de 2014, em Paris, na França.

Apesar disso, é importante pensar no agora. E as notícias são muito boas, pois o Brasil possui chance de medalhas, tanto no masculino, como no feminino. Vamos ficar de olho e conferir a participação brasileira nesse esporte tão especial.

E você, já está na espera pelas próximas Olimpíadas?

Aviso

  • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *