Casa das Apostas Online Betway

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

BID vai liberar US$ 200 milhões para fortalecer agropecuária do Brasil

BID vai liberar US$ 200 milhões para fortalecer agropecuária do Brasil

BID vai liberar US$ 200 milhões para fortalecer agropecuária do Brasil

 

Os recursos serão liberados nos próximos cinco anos, sendo que US$ 195 milhões virão de empréstimo junto ao BID e US$ 5 milhões de aporte do governo federal.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento assinou um contrato que vai garantir empréstimo com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) no valor de de US$ 200 milhões. Os recursos serão destinados ao Programa de Modernização e Fortalecimento da Defesa Agropecuária (ProDefesa). O BID completa nesse ano 60 anos de fundação.

Os recursos serão liberados nos próximos cinco anos, sendo que US$ 195 milhões virão de empréstimo junto ao BID e US$ 5 milhões de aporte do governo federal. O Senado Federal já aprovou o empréstimo. O controle e erradicação de pragas e doenças receberá US$ 137 milhões do total dos recursos.

A melhoria da eficiência dos serviços de defesa agropecuária ficará com US$ 23 milhões. A modernização das máquinas agrícolas poderá ser feita por parte destes recursos. Para o conhecimento e inovação para a defesa agropecuária serão liberados US$ 35 milhões.

O Ministério da Agricultura vai dar uma contrapartida de US$ 5 milhões para acompanhamento e avaliação dos projetos da agroindústria.

Segundo a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, o BID é um parceiro importante do Brasil na disseminação de tecnologias de agricultura de baixa emissão de carbono, como o Projeto Rural Sustentável, aprovado pelo banco em 2013, que atuou na Amazônia e Mata Atlântica, beneficiando 25 mil produtores e atingindo 46 mil hectares.

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *