Últimas Notícias
POS ON-LINE PUC MINAS

Montes Claros – Homem é condenado a 20 anos de prisão por matar ex-mulher em Montes Claros

Montes Claros – Homem é condenado a 20 anos de prisão por matar ex-mulher em Montes Claros

Montes Claros – O homem acusado de matar a ex-mulher, em Montes Claros, foi condenado a 20 anos e 4 meses de prisão. A sessão de júri popular começou por volta das 9h30, dessa terça-feira (11), no fórum Gonçalves Chaves e a sentença saiu às 19h30.

Montes Claros - Homem é condenado a 20 anos de prisão por matar ex-mulher em Montes Claros
Montes Claros – Homem é condenado a 20 anos de prisão por matar ex-mulher em Montes Claros

 

Calcívo Deusdete de Freitas está preso desde a época do crime, ocorrido em setembro de 2018. A vítima Elaine Figueiredo Lacerda de 61 anos foi morta com cinco tiros em frete a casa dela, no Bairro Jardim Panorama.

Segundo a promotora Maria Cristina Santos Almeida, a condenação foi por homicídio triplamente qualificado, sendo as qualificadoras recurso que impossibilitou a defesa da vítima, motivo torpe e feminicídio.

“Ele também foi condenado por posse ilegal de arma e por ameaçar um sobrinho da ex-mulher. No momento do crime, o sobrinho tentou impedir e foi ameaçado com a arma”, explica a promotora.

Ela informou que o Ministério Público vai recorrer para aumentar a sentença do réu.

“O MP entende que a pena foi baixa em razão da gravidade e da forma como o crime foi cometido. A pena ficou nesse patamar porque ele é réu primário e de bons antecedentes, embora exista medida protetiva contra ele”.

Entenda o caso

Elaine Figueiredo Lacerda foi assassinada na porta de casa e o crime foi flagrado por câmeras de segurança. As imagens mostraram o momento em que o suspeito sai da casa da vítima e pega uma arma no porta-malas de um carro. Em seguida, ele retorna e começa a atirar contra a mulher, que cai na calçada e é baleada outras vezes. O Samu chegou a ser acionado e tentou reanimar a vítima, mas ela não resistiu.

Testemunhas contaram que o homem não aceitava o fim do casamento. Na época, a Polícia Civil informou que Elaine Figueiredo Lacerda registrou um boletim de ocorrência em 2015 por ter sido ameaçada com uma faca pelo ex e conseguiu uma medida protetiva, mas ela não quis renovar a medida em 2016 e assinou um termo de desinteresse e o processo foi suspenso.

Calcívo Deusdete de Freitas fugiu e foi preso um dia após o crime escondido em uma casa na zona rural de São João da Lagoa.