Casa das Apostas Online Betway

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

Norte de Minas – Laboratório de pesquisas do Hospital Universitário é habilitado para testes de coronavírus

Norte de Minas – Laboratório de pesquisas do Hospital Universitário é habilitado para testes de coronavírus

Norte de Minas – Único laboratório público em Minas Gerais, a Fundação Ezequiel Dias (Funed) publicou nesta quinta-feira (2 de abril) a habilitação de 19 laboratórios aptos a realizarem o diagnóstico para identificação da Covid-19. Entre as instituições credenciadas está o Laboratório de Pesquisas do Hospital Universitário Clemente de Faria, administrado pela Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes).

Norte de Minas - Laboratório de pesquisas do Hospital Universitário é habilitado para testes de coronavírus
Norte de Minas – Laboratório de pesquisas do Hospital Universitário é habilitado para testes de coronavírus

 

Com a ampliação da Rede, a Funed prevê que serão processadas, por dia, 1,8 mil amostras, o que irá subsidiar a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) na tomada de decisões e no monitoramento efetivo da circulação do vírus em todo o Estado.

Para o vice-presidente da Funed, Rodrigo Leite, a ampliação da rede de laboratórios é um ganho não somente para o governo como para toda a sociedade. “Com uma maior celeridade no diagnóstico dos exames é possível, por exemplo, tomar decisões em tempo oportuno, que venham contribuir para mitigar os efeitos da pandemia em nosso Estado”.

O professor e pesquisador André Luiz Sena Guimarães, Pró-reitor de Pós-Graduação da Unimontes enfatiza que de habilitação do laboratório de Pesquisa do HUCF vai ao encontro das ações desenvolvidas pelos programas de mestrado e doutorado em Ciências da Saúde e em Biotecnologia.

“O envolvimento das equipes de professores e pesquisadores dos programas de pós-graduação em Biotecnologia e em Ciências em Saúde é muito importante no enfrentamento da pandemia da Codiv-19, assim como nos desafios do dia-a-dia de nossa instituição”, observou.

A partir de agora os resultados dos testes para casos suspeitos do Novo Coronavírus na região do Norte de Minas poderão sair em até 12 horas.

Outros laboratórios

A partir desta quinta-feira, além do laboratório do HUCF, as análises das amostras também serão realizadas em Viçosa e Rio Paranaíba, pela Universidade Federal de Viçosa (UFV); em Diamantina, pela Universidade Federal do Vale do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM); em Ipatinga, pelo Hospital Márcio Cunha, da Fundação São Francisco Xavier; em Sete Lagoas, pelo Laboratório Santa Lúcia; em Lagoa Santa, pelo Loci Genética Laboratorial e em Pedro Leopoldo, pelo Ministério da Agricultura, Abastecimento e Pecuária (Mapa).

Em Belo Horizonte, além da Funed, os exames também serão realizados pelos laboratórios da Fundação Hemominas; da Fiocruz; da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG); do São Marcos Saúde e Medicina Diagnóstica e do Simile Instituto de Imunologia Aplicada.

O método para a realização dos exames será o RT-PCR, que identifica o material genético, no caso o RNA do vírus presente na amostra. Essa técnica é a indicada pela OMS e é baseada no princípio da reação em cadeia da polimerase (PCR) para identificar o material genético dos vírus.

Habilitação

Entre os dias 23 e 26 de março, a Funed abriu inscrições para os laboratórios interessados em fazer parte da RedeLab Covid-19. Pelo menos 120 laboratórios se cadastraram e, desses, 47 encaminharam o checklist obrigatório para avaliação. Após a avaliação da documentação encaminhada, 20 laboratórios foram considerados aptos a ingressarem na rede.

Esses laboratórios apresentaram atendimento mínimo aos requisitos da RDC 302 de 2005, nível de biossegurança NB2 e capacidade técnica e operacional para executar exames de RT-PCR em tempo real.

Até a próxima terça-feira (7 de abril), será encaminhado o Termo de Compromisso que deverá ser assinado, digitalizado e encaminhado via e-mail para a Funed até o dia 9 de abril.

A Funed habilitou os laboratórios em duas categorias, que são os parceiros e os colaboradores. “Os parceiros trabalharão de forma integrada com os laboratórios da Fundação, com fluxo contínuo de insumos, reagentes, equipamentos, processos e de profissionais, ou seja, serão como uma extensão da própria Funed”, explicou Marluce Oliveira, diretora do Laboratório Central de Saúde Pública da Funed.  Já os colaboradores, “terão mais autonomia, e serão responsáveis por todas as fases do exame, desde o recebimento da amostra até a liberação do resultado no sistema”, complementou.

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *