Casa das Apostas Online Betway

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

MG – Justiça condena homem que matou cachorro a pagar multa de R$ 7 mil por danos morais

MG – Justiça condena homem que matou cachorro a pagar multa de R$ 7 mil por danos morais

MG – Uma juíza do Juizado Especial de Barreiro, distrito de Belo Horizonte, em Minas Gerais, condenou um homem a pagar uma indenização de R$ 7 mil a uma dona de casa por matar seu animal de estimação, um cão da raça poodle, sem motivos aparentes.

MG - Justiça condena homem que matou cachorro a pagar multa de R$ 7 mil por danos morais
MG – Justiça condena homem que matou cachorro a pagar multa de R$ 7 mil por danos morais

O crime ocorreu em 2018.De acordo com a dona do animal, ela foi chamada na porta de sua casa por uma vizinha e encontrou o cachorro de 2 anos de idade agonizando na calçada. Ela pensou que o animalzinho havia sido atropelado, mas a vizinha lhe disse que o dono de um comércio local havia espancado o animal com uma barra de ferro.

O comerciante alegou que o animal havia atacado uma gaiola com passarinho que ele tinha colocado no chão e ameaçava atacá-lo, e ele jogou a barra de ferro para se defender.

Em sua decisão, a juíza disse que o ato do homem foi cruel e causou enorme comoção na região e que não há dúvida de que o comerciante teve intenção de atingir o animal. “O ato deve ser punido, para que sirva de exemplo para todos aqueles que possam vir a pensar em praticar algo similar ou pior”, justificou a juíza em sua sentença.

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *