Últimas Notícias

Mulher testa positivo para Covid-19 e é obrigada a usar tornozeleira eletrônica para não sair de casa

Mulher testa positivo para Covid-19 e é obrigada a usar tornozeleira eletrônica para não sair de casa

Após recusar assinar um documento que a obrigava a ficar em casa, uma mulher e seu marido estão sendo monitorados por tornozeleira eletrônica no condado de Handin (Kentucky, EUA).

Mulher testa positivo para Covid-19 e é obrigada a usar tornozeleira eletrônica para não sair de casa
Mulher testa positivo para Covid-19 e é obrigada a usar tornozeleira eletrônica para não sair de casa

 

Elizabeth Linscott testou positivo para Covid-19 depois de realizar voluntariamente um teste para entrar em Michigan (EUA). Ela iria visitar os pais, porém não apresentou os sintomas da doença, conforme relatou a WBTV.

Segundo Elizabeth, ela optou por não assinar o documento por causa do trecho que dizia: “Não viajarei de transporte público, comercial ou de saúde, como ambulância, ônibus, táxi, avião, trem ou barco sem a aprovação prévia do Departamento de Saúde”.

“Se eu tiver que ir para a emergência de um hospital não vou esperar uma autorização”, comentou a americana.

Por este motivo, Elizabeth e o marido, Isaiah, que não fez o teste, foram obrigados a usar a tornozeleira e ficar de quarentena.  Na ocasião, eles receberam a visita de funcionários da Saúde Pública e de agentes da polícia.

Desta forma, a polícia vai receber umm alerta sempre que um dos dois tentarem ultrapassar uma distância de 60 metros.

“Não assaltamos uma loja, não roubamos nada, não atropelamos e fugimos, não fizemos nada errado”, disse Elizabeth.