Últimas Notícias

Montes Claros – Documentário traz memórias que enaltecem Montes Claros como um lugar do encontro de diferentes histórias, culturas e pessoas

Montes Claros – Documentário traz memórias que enaltecem Montes Claros como um lugar do encontro de diferentes histórias, culturas e pessoas

Montes Claros – Será lançado no dia 23 de agosto às 15 horas pelo YouTube, o documentário “Montes Claros – Um lugar do encontro”, que traz memórias e depoimentos que ajudam a contar a história passada e presente de uma cidade que se formou a partir da confluência de povos e culturas de diferentes regiões do país e do mundo. 

Montes Claros - Documentário traz memórias que enaltecem Montes Claros como um lugar do encontro de diferentes histórias, culturas e pessoas
Montes Claros – Documentário traz memórias que enaltecem Montes Claros como um lugar do encontro de diferentes histórias, culturas e pessoas Foto: Divulgação

O filme, que marcará o encerramento da programação do Festival Agosto Vivo, traz e conecta histórias de vida de diversas pessoas – conhecidas e anônimas – para resgatar e ilustrar a formação cultural e social de Montes Claros e destacar a importância da cidade e da região para Minas Gerais e o Brasil.

O trem de passageiros, o antigo mercado municipal, a formação dos bate paus para defender a cidade da invasão de Lampião, a importância dos estrangeiros que vieram residir em Montes Claros e a singularidade da cultura norte-mineira, incluindo a alimentação, as folias e a religiosidade, são alguns dos temas abordados pelos depoimentos de antigos moradores, professores, ex-funcionários do trem de ferro, mestres, estrangeiros e outros entrevistados.

Sobre o projeto

O filme faz parte do projeto ‘Memórias são para sempre – A história de Montes Claros contada por sua Gente’, selecionado em 2017 pelo Edital do Sistema Municipal de Incentivo à cultura de Montes Claros (SISMIC/2017), e se inspirou no escritor montesclarense Ciro dos Anjos para conectar narrativas memorialísticas de diferentes pessoas da cidade, em prol da construção de uma memória coletiva que ilustre um pouco sobre a formação de Montes Claros, uma cidade cuja confluência de povos e culturas de diferentes regiões do país e do mundo é uma de suas características mais marcantes. Portugueses, índios, quilombolas, baianos, paulistas, e pessoas vindas de diferentes regiões do planeta contribuíram para a formação cultural, social e econômica desta cidade que se tornou palco de um maravilhoso encontro. As filmagens foram realizadas nos municípios de Montes Claros, Grão Mogol e Matias Cardoso, onde foram entrevistadas 24 pessoas.

Trata-se de um projeto sem fins lucrativos que será após a primeira exibição continuará disponível gratuitamente na plataforma YouTube, e distribuído em formato de DVD a todas as escolas públicas e privadas do município de Montes Claros.

O idealizador, roteirista e diretor do filme, Frederico Maciel, destaca que as histórias registradas no documentário ajudam a resgatar e valorizar a memória dessa cidade cosmopolita. “Ao promover esse resgate memorialístico, o documentário visa valorizar a história oral que é tão importante na nossa região e valorizar a cultura local a partir de perspectivas das diferentes culturas, saberes e povos que proporcionaram a formação da cidade, uma formação complexa e conflituosa, mas também diversa, cativante e única”, diz Frederico.

Ficha Técnica

Título original: Montes Claros – Um lugar do Encontro

Gênero: Documentário

Formato: HDV

Ano: 2020

Duração : 136 min.

Ano: 2020

Cidade/País: Montes Claros-MG / Brasil

Músicas : Téo Azevedo e Assis Ângelo

Produção: Maria Terezinha Paulino

Assistentes de Produção : Bráulio Siffert e José Bicalho Jr.

Edição: Rogério Oliveira e Frederico Maciel

Roteiro e Direção: Frederico Maciel

Facebook: @montesclarosumlugardoencontro

Instagram: @montesclaros_umlugardoencontro

Incentivo

Sistema Municipal de Incentivo a Cultura – SISMIC

Prefeitura de Montes Claros

Secretaria Municipal de Cultura

 

Apoio Cultural

PPGDS/Unimontes

Ideário Design

Juçara Costa

Téo Azevedo

Assis Ângelo

Posto Bandeirante

Por Braulio Siffert